ANÚNCIOS AUTOMÁTICOS

Inscreva-se no meu canal

LIÇÃO 07 - O MINISTÉRIO DE ELISEU


Texto Áureo: “E disse Josafá: Não há aqui algum profeta do SENHOR, para que consultemos ao SENHOR por ele? Então, respondeu um dos servos do rei de Israel e disse: Aqui está Eliseu, filho de Safate, que deitava água sobre as mãos de Elias.”(2 Rs 3.11)
Leitura Bíblica em Classe: 2 Reis 3.5,9-11,14-18; 4.1-7,38-41

Introdução: Eliseu sucessor de Elias no seu ministério profético deu uma continuidade sendo usado por Deus em muitos milagres. Ganhou o respeito de todos os discípulos da escola de profetas se identificando como um verdadeiro homem de Deus. Neste estudo estão focalizados apenas três dos vários milagres realizados pelo profeta Eliseu. Vemos aqui a questão dos três reis, sendo dois maus (Israel e Edom) e um bom (Judá) e graças ao rei bom Josafá é que o milagre do suprimento de água foi realizado. Vemos a questão da viúva que estava a ponto de ter seus filhos tirados dela por causa de uma dívida, sendo suprida com a multiplicação do azeite. Vemos também os aspirantes a profetas sendo livrado de um cozido envenenado e neutralizado por um milagre divino. Nesses três milagres a mão de Deus operou em situações difíceis trazendo a solução para cada uma delas através da Sua graça.

I – ELISEU SALVA TRÊS REIS E SEUS EXÉRCITOS PELA GRAÇA DIVINA.
1. Reis bons e maus foram uma constante que predominou em Israel e Judá.
2 Reis 3.5 - Sucedeu, porém, que, morrendo Acabe, se revoltou o rei dos moabitas contra o rei de Israel. 2 Reis 3.9 - E partiu o rei de Israel, e o rei de Judá, e o rei de Edom; e andaram rodeando com uma marcha de sete dias, e o exército e o gado que os seguia não tinham água. 2 Reis 3.10 - Então, disse o rei de Israel: Ah! Que o SENHOR chamou a estes três reis, para os entregar nas mãos dos moabitas. 2 Reis 3.11 - E disse Josafá: Não há aqui algum profeta do SENHOR, para que consultemos ao SENHOR por ele? Então, respondeu um dos servos do rei de Israel e disse: Aqui está Eliseu, filho de Safate, que deitava água sobre as mãos de Elias. 2 Reis 3.14 - E disse Eliseu: Vive o SENHOR dos Exércitos, em cuja presença estou, que, se eu não respeitasse a presença de Josafá, rei de Judá, não olharia para ti nem te veria. 2 Reis 3.15 - Ora, pois, trazei-me um tangedor. E sucedeu que, tangendo o tangedor, veio sobre ele a mão do SENHOR. 2 Reis 3.16 - E disse: Assim diz o SENHOR: Fazei neste vale muitas covas. 2 Reis 3.17 - Porque assim diz o SENHOR: Não vereis vento e não vereis chuva; todavia, este vale se encherá de tanta água, que bebereis vós e o vosso gado e os vossos animais. 2 Reis 3.18 - ainda isto é pouco aos olhos do SENHOR; também entregará ele os moabitas nas vossas mãos.

Com a morte de Acabe, o reino de Israel se enfraqueceu nas mãos do seu sucessor, o rei Jorão, seu filho. Isto porque Acabe quando rei de Israel era aliado de Josafá rei de Judá e juntos exerceram o predomínio subjugando as outras nações tornando-as tributárias deles. Mas com a morte de Acabe essa aliança entre os dois foi quebrada e com o rei Jorão no poder, o rei Mesa de Moabe uma das tribos tributárias vendo a fraqueza do rei Jorão resolveu se rebelar e não pagar mais os tributos exigidos, tributos esses que já vinham sendo pagos desde o reino de Salomão. Se o rei de Moabe não fosse contido iria encorajar as outras nações tributárias a fazer o mesmo e isso traria grandes problemas para o reino de Israel que estava atravessando por uma grande seca. Embora o rei de Israel fosse um idólatra como o seu pai Acabe, Deus interveio nesse caso não pelo rei, mas pelo bem do povo de Israel. Assim o rei de Israel Jorão, o rei de Judá Josafá e o rei de Edom, intimidados pelo rei de Moabe procuravam um meio de sair dessa situação. Foi quando o rei Josafá, que era temente a Deus, perguntou se havia algum profeta para que eles consultassem. Foi apresentado a eles o profeta Eliseu, que só os atendeu em respeito ao rei Josafá e não por causa dos demais. Quem é profeta verdadeiro, quando fala com Deus sempre tem direção. A ordem foi para cavar muitas covas para que o milagre através de Eliseu fosse operado. Sem vento, sem chuva, as covas se encheram milagrosamente e todos puderam saciar a sede, incluindo os animais. Outro milagre foi a vitória sobre os moabitas, a qual os entregou nas mãos desses reis. Os meios que Deus opera são incompreensíveis ao nosso entendimento, mas eles são reais para que todos vejam e glorifiquem o seu nome.  

II – ELISEU AUMENTA O AZEITE DA VIÚVA POIS ELA ALCANÇOU A GRAÇA.

2 Reis 4.1 - E uma mulher das mulheres dos filhos dos profetas, clamou a Eliseu dizendo: Meu marido, teu servo, morreu; e tu sabes que o teu servo temia ao SENHOR; e veio o credor a levar-me os meus dois filhos para serem servos. 2 Reis 4.2 - E Eliseu lhe disse: Que te hei de eu fazer? Declara-me que é o que tens em casa. E ela disse: Tua serva não tem nada em casa, senão uma botija de azeite. 2 Reis 4.3 - Então, disse ele: Vai, pede para ti vasos emprestados a todos os teus vizinhos, vasos vazios, não poucos. 2 Reis 4.4 - Então, entra, e fecha a porta sobre ti e sobre teus filhos, e deita o azeite em todos aqueles vasos, e põe à parte o que estiver cheio. 2 Reis 4.5 - Partiu, pois, dele e fechou a porta sobre si e sobre seus filhos; e eles lhe traziam os vasos, e ela os enchia. 2 Reis 4.6 - E sucedeu que, cheios que foram os vasos, disse a seu filho: Traze-me ainda um vaso. Porém ele lhe disse: Não há mais vaso nenhum. Então, o azeite parou. 2 Reis 4.7 - Então, veio ela e o fez saber ao homem de Deus; e disse ele: Vai, vende o azeite e paga a tua dívida; e tu e teus filhos vivei do resto.

Uma grande seca assolava as terras de Israel e com isso a escassez de alimentos e água deixava o povo sem meios de sobrevivência, principalmente para as viúvas. Observa-se que dentre tantas viúvas nessa situação difícil somente uma alcançou a graça de Deus. Isto se deu ao fato de que seu marido, provavelmente Obadias, que exercia uma função administrativa no reino de Acabe, antes da sua morte teve que despender muitos recursos para alimentar os profetas que estavam escondidos de Jezabel para não serem mortos. Deus não esquece daqueles que com liberalidade ajudam os seus servos quando em necessidade. A viúva desprovida de recursos estava a ponto de perder a guarda dos seus filhos como pagamento da dívida. Nessa situação somente um milagre resolveria o seu problema, e era exatamente isso que Deus iria realizar através do seu servo Eliseu. Ela só tinha uma botija vazia de azeite, mas uma só não resolveria o seu problema e o profeta manda que eles buscassem com os vizinhos o que pudessem pegar várias botijas emprestadas. Quem faz para os servos de Deus, está fazendo para Ele, e vai receber a bênção tal no momento certo. Deus iria conceder o milagre da multiplicação  e para essa viúva chegou o seu momento. Com a fé e a obediência dessa viúva, Deus milagrosamente deu a ela todas as condições para não mais passar por aquela situação. 
III – A MORTE QUE HAVIA NA PANELA REMOVIDA PELO MILAGRE DA GRAÇA
2 Reis 4.38 - E voltando Eliseu a Gilgal, havia fome naquela terra; e os filhos dos profetas estavam assentados na sua presença; e disse ao seu moço: Põe a panela grande ao lume e faze um caldo de ervas para os filhos dos profetas. 2 Reis 4.39 - Então, um saiu ao campo a apanhar ervas, e achou uma parra brava, e colheu dela a sua capa cheia de coloquíntidas; e veio e as cortou na panela do caldo; porque as não conheciam. 2 Reis 4.40 - Assim, tiraram de comer para os homens. E sucedeu que, comendo eles daquele caldo, clamaram e disseram: Homem de Deus, há morte na panela. Não puderam comer. 2 Reis 4.41 - Porém ele disse: Trazei, pois, farinha. E deitou-a na panela e disse: Tirai de comer para o povo. Então, não havia mal nenhum na panela.

A escola de profetas tinha por objetivo o ensino das escrituras voltado ao Pentateuco, ou seja os cinco primeiros livros da bíblia. Para ensinar o povo é preciso ter conhecimento deles, que com esse conhecimento, o levavam ao povo de Israel, o que provocava a ira de Jezabel que os perseguia enquanto ela vivia. Certamente foi fundada por Samuel e teve a continuidade com o profeta Elias, e depois com Eliseu que é o personagem em foco nesse episódio. Eles não tinham uma vida fácil, pois a fome assolava a terra e para sobreviverem tinham que se contentar com o que era possível. Estando todos com fome, Eliseu mandou que apanhasse ervas para fazer um caldo e assim eles fizeram conforme foi mandado pelo seu líder. Como alguém deles que colhiam as ervas não tinha um bom conhecimento das ervas, acabou colhendo uma espécie de pepinos venenosos, os quais foram cozidos junto com as ervas. Porém quando provaram perceberam que o cozido estava envenenado colocando em risco as suas vidas. Porém Deus está atento aos que lhe servem e usou o seu profeta para que um milagre viesse acontecer. Para surpresa de todos, Eliseu pede que tragam farinha, a qual jogou no cozido e imediatamente aconteceu que o milagre neutralizou o veneno e o cozido se tornou totalmente comestível. O milagre veio pela graça de Deus removendo a maldição e saciando os famintos. 

Elaborado pelo Pastor Adilson Guilhermel


CORRESPONDENTE