Inscreva-se no meu canal

LIÇÃO 8 - MINISTÉRIO DE EVANGELISTA

 


O MINISTÉRIO DE EVANGELISTA
Lição 8 - 20 de Maio de 2021
Texto Áureo: 2 Timóteo 4.5 Mas tu, sê sóbrio em tudo, sofre as aflições, faze a obra de um evangelista, cumpre o teu ministério.
Leitura Bíblica em Classe: Atos 8.26-35; Efésios 4.11

Introdução: Evangelista significa aquele que leva as boas novas, ou seja, um pregador itinerante do evangelho do Senhor Jesus Cristo. O evangelista no seu sentido mais lógico é aquele quem tem a chamada de Cristo para este ministério, ele não recua diante de oposição alguma, e não se poupa em qualquer missão que lhe for ordenada. É aquele que o seu coração arde com o fogo do Espírito Santo. O evangelista é aquele que se desdobra para revelar as riquezas do amor divino, sem nunca desanimar e que segue as pisadas de Cristo. O evangelista tem o dom de entrar em contato com as almas dos homens de tal forma que estas em grande número se rendem a Cristo com contrição e sem dificuldade.  O evangelista é um ganhador de almas e as almas perdidas não estão do lado de dentro das igrejas locais e sim do lado de fora. A sua missão é trazer as almas do lado de fora já convertidas para o lado de dentro das igrejas locais para os cuidados do Pastor. 

1 - ELE NÃO PODE IGNORAR MISSÕES ORDENADAS PELO ESPÍRITO

Atos 8.26 E o anjo do Senhor falou a Filipe, dizendo: Levanta-te, e vai para o lado do sul, ao caminho que desce de Jerusalém para Gaza, que está deserta.

Quando o Espírito abre uma porta para pregar a alguém o evangelista nunca pode rejeitar, seja o lugar com grandes multidões, ou um lugar com apenas uma alma, o que importa é que o evangelho seja anunciado aos pecadores. O verdadeiro evangelista tem amor pelas almas e, é isso que o motiva a pregar em qualquer lugar onde é conduzido pelo Espírito. Felipe estava em Samaria pregando para multidões, porém subitamente o Espírito Santo lhe ordena a pregar numa estrada deserta, apenas para uma alma.

2 - ELE DEVE TER PRONTIDÃO EM ATENDER A VOZ DO ESPÍRITO SANTO   Atos 8.27 E levantou-se, e foi; e eis que um homem etíope, eunuco, mordomo-mor de Candace, rainha dos etíopes, o qual era superintendente de todos os seus tesouros, e tinha ido a Jerusalém para adoração,

Um evangelista deve sempre estar atento a voz do Espírito Santo, pois é Ele que sabe onde tem almas propensas e sensíveis a mensagem do evangelho. O que identifica um verdadeiro evangelista é a sua prontidão de não contestar, a voz de comando do Espírito Santo. Felipe obedeceu e saiu. No caminho encontrou um etíope. Seria por acaso? Quando estamos dentro da vontade de Deus, as coisas não acontecem por mero acaso. Nenhuma alma cruza o seu caminho por acaso. Pregar para apenas uma alma pela preparação e indicação do Espírito Santo, certamente resultará em uma conversão a Cristo, e esta alma poderá produzir resultados surpreendentes para a ação expansionista do Evangelho ordenado na grande comissão pelo Senhor Jesus Cristo.

3 - ELE NÃO PODE PERDER A OPORTUNIDADE DE PREGAR A PALAVRA

Atos 8.28 Regressava e, assentado no seu carro, lia o profeta Isaías.

Podemos contar sempre com a orientação do Espírito Santo se estivermos andando no espírito e orando a Deus pedindo a sua direção. O evangelista deve ter a sensibilidade de saber que há muitas pessoas religiosas, que lêem as Escrituras e buscam a verdade, mas ainda não creram em Cristo como seu salvador. Existem muitas pessoas de bom coração, porém isso não é o bastante, pois estão perdidas e precisam de alguém que lhes mostre o caminho. Deus conhece o coração das pessoas e sabe quem é propenso a aceitar a mensagem do evangelho. Porém Ele precisa que alguém vá até essa pessoa para pregar a Sua palavra. (Como, pois, invocarão aquele em quem não creram? e como crerão naquele de quem não ouviram? e como ouvirão, se não há quem pregue? Romanos 10:14).

4 - ELE DEVE PREGAR A PALAVRA EM QUALQUER CIRCUNSTÂNCIA
Atos 8.29 E disse o Espírito a Filipe: Chega-te, e ajunta-te a esse carro.

Se aproximar de uma alma e abordá-la com ousadia deve ser uma característica de um bom evangelista. (Porque não me envergonho do evangelho de Cristo, pois é o poder de Deus para salvação de todo aquele que crê; primeiro do judeu, e também do grego. Romanos 1:16). Uma coisa é certa; quando isso acontece, Deus já preparou esse coração para receber o nosso testemunho. Se obedecermos a direção do Espírito Santo, podemos estar certos de que ele irá adiante de nós e preparará o caminho para nosso testemunho. (E como pregarão, se não forem enviados? como está escrito: Quão formosos os pés dos que anunciam o evangelho de paz; dos que trazem alegres novas de boas coisas. Romanos 10:15).

5 - ELE DEVE TER ESTRATÉGIAS AO ABORDAR ALGUÉM COM A MENSAGEM - Atos 8.30 E, correndo Filipe, ouviu que lia o profeta Isaías, e disse: Entendes tu o que lês?

A intenção de servir a uma alma confusa no entendimento das escrituras é uma importante estratégia no sentido de conquistá-la para Cristo. Esse entendimento é necessário, pois ninguém irá se beneficiar com as escrituras a menos que a entendamos em certa medida. Pelo menos o básico da mensagem do Evangelho é imprescindível para que uma alma venha se despertar e se converter a Cristo. Esse é o trabalho do evangelista pois, após isso o novo converso deve passar aos cuidados de um Pastor.

6 - ELE DEVE SER CAPACITADO PARA TIRAR DÚVIDAS DO TEXTO SAGRADO - Atos 8.31 E ele disse: Como poderei entender, se alguém não me ensinar? E rogou a Filipe que subisse e com ele se assentasse.

Boas intenções em ganhar almas para Cristo não bastam. Tanto o evangelista consagrado, como aquele que tem o dom de evangelizar precisa estar consciente de que não é só sair por aí pregando o evangelho, sem estar preparado ou capacitado teologicamente para isso. Filipe não se aventurou a sair pregando o Evangelho sem preparação. Quando ainda diácono ele iniciou o seu ministério evangelístico e pode-se observar que já estava com um excelente preparo para exercer a sua missão. Quem não está preparado e se aventura a isso, certamente estará prejudicando o evangelho de Cristo.

7 - ELE DEVE TER CONHECIMENTO PROFUNDO DAS PROFECIAS BÍBLICAS - Atos 8.32 E o lugar da Escritura que lia era este: Foi levado como a ovelha para o matadouro; e, como está mudo o cordeiro diante do que o tosquia, Assim não abriu a sua boca.

É essencial para o evangelizador o conhecimento das Escrituras no seu sentido geral, e principalmente das profecias bíblicas, pois todas elas apontam para Cristo. Precisamos entender corretamente as Escrituras e, sobretudo termos o Espírito da Graça, para nos fazer lembrar a palavra na medida exata para convencer e converter uma alma.

8 - ELE DEVE TER INTERPRETAÇÃO CORRETA DO SACRIFÍCIO DE CRISTO - Atos 8.33 Na sua humilhação foi tirado o seu julgamento; E quem contará a sua geração? Porque a sua vida é tirada da terra.

O principal conteúdo do Evangelho é Cristo e a sua mensagem é a justificação pela fé. Sendo Cristo o conteúdo principal do Evangelho é necessário que a pregação envolva o tema essencial, que é o seu sacrifício expiatório na Cruz. Agora, para desenvolver esse tema é preciso que o evangelizador conheça profundamente tudo quanto ao propósito de Deus em enviar o seu Filho como uma dádiva sacrificial para a salvação de todos os que crerem. Não basta dizer que Jesus te ama e que Jesus salva. É preciso explicar porque ele nos ama e porque ele nos salva.

9 - ELE DEVE SER APTO EM RESPONDER SOBRE REVELAÇÕES PROFÉTICAS - Atos 8.34 E, respondendo o eunuco a Filipe, disse: Rogo-te, de quem diz isto o profeta? De si mesmo, ou de algum outro?

Um evangelista deve entender o desígnio geral da profecia, que lhe dê uma chave no uso da qual ele possa, comparando uma coisa com a outra, ser conduzido ao significado e ponto central da passagem em particular. Assim, ele poderá responder com convicção a toda dúvida questionada por alguém. Quem não tem o conhecimento, certamente irá hesitar num momento desses e tudo que tentar explicar não surtirá qualquer efeito numa alma cheia de dúvidas.

10 - ELE DEVE SABER ANUNCIAR SOBRE O CRISTO PRESENTE NA ESCRITURA -  Atos 8.35 Então Filipe, abrindo a sua boca, e começando nesta Escritura, lhe anunciou a Jesus.

O trabalho do ministro do evangelho é anunciar Jesus. Ele é o foco principal, e esta é a pregação mais provável de ser bem-sucedida. O evangelista deve estar sempre pronto e preparado para anunciar as coisas de Cristo.  E para saber das coisas de Cristo é preciso entender que Ele está presente por toda Escritura, daí a necessidade de conhecermos satisfatoriamente a palavra de Deus no seu todo, para termos a capacidade de explicá-la a quem quer que seja.

11 - ELE NÃO DEVE PREGAR A PALAVRA PARA SATISFAZER INTERESSES - Efésios 4.11 E ele mesmo deu uns para apóstolos, e outros para profetas, e outros para evangelistas, e outros para pastores e doutores,

O autêntico evangelista é um servo que, como seu Senhor, não procura ser conhecido como muitos que estão por aí, inclusive cobrando fortunas para pregar o evangelho. Ele não prega com palavras de persuasão humana, e o seu testemunho e argumentos são dirigidos pelo Espírito Santo não fazendo uso de palavras que podem interessar a si próprio, ou ao público. O falso evangelista pode influenciar nos sentimentos das pessoas sem, contudo, dar frutos permanentes. As intenções de um autêntico evangelista devem ser as mais puras possíveis e, a sua consagração a Deus deve ser límpida e absoluta.

 

Elaborado pelo Pastor Adilson Guilhermel






CORRESPONDENTE