Translate

ESTEJA JUNTO COMIGO NESTA OBRA.

É importante apoiarmos iniciativas que contribuem para a propagação da Palavra de Deus. Esta obra, em particular, tem sido muito importante, pois visa dar subsídios da Lição Bíblica para a Escola Biblica Dominical. Sinto-me feliz em poder fazer a minha parte para ajudar esta obra a alcançar seus objetivos. Faça parte desta obra e ajude a espalhar a Palavra de Deus! Caso queira contribuir com uma oferta use PIX Cel. 997518304 . It is important that we support initiatives that contribute to the spread of the Word of God. This work, in particular, has been very important, as it aims to provide information on the Bible Lesson for the Sunday School. I feel happy to be able to do my part to help this work achieve its goals. Be part of this work and help spread the Word of God! If you want to contribute to an offer, use PIX Cel. 997518304 . https://www.paypal.com/donate/?hosted_button_id=NNAE7UM5Y5MDN

Contributions to this missionary work

ADSENSE

LIÇÃO 10 - NOSSA SEGURANÇA VEM DE DEUS

LIÇÃO 10 - NOSSA SEGURANÇA VEM DE DEUS
Texto Áureo: “E disse-lhes: Acautelai-vos e guardai-vos da avareza, porque a vida de qualquer não consiste na abundância do que possui.” (Lc 12.15)
Leitura Bíblica em Classe: Mateus 6.19-27

Introdução: Jesus adverte para acautelar-nos e nos guardar de toda avareza, vigiando a nós mesmos, e tendo cuidado para que ela não venha dominar a nossa mente, o que pode provocar uma ansiedade crônica. São coisas maléficas que não podemos dar lugar, para que venham nos dominar, pois se trata de um pecado o qual deve ser vigiado constantemente, para não cairmos nele. A vida não consiste na abundância do que se possui, ou seja, a nossa felicidade não depende necessariamente disso. O nosso espírito não depende dessas coisas, pois essas coisas não se ajustam à nossa natureza espiritual. A nossa existência, em todo o nosso ser, ou seja, corpo, alma e espírito depende exclusivamente de Deus, e não de bens que venhamos a possuir. A cobiça, a ganância, e preocupações são coisas que impedem e entravam o nosso desenvolvimento espiritual.
1. A VIDA DO CRISTÃO NÃO PODE SER DIVIDIDA EM ESPIRITUAL E MATERIAL.
Mateus 6.19 – Não ajunteis tesouros na terra, onde a traça e a ferrugem tudo consomem, e onde os ladrões minam e roubam. Mateus 6.20 – Mas ajuntai tesouros no céu, onde nem a traça nem a ferrugem consomem, e onde os ladrões não minam, nem roubam. Mateus 6.21 – Porque onde estiver o vosso tesouro, aí estará também o vosso coração.
Jesus está dando instruções de como deveria ser o comportamento de vida dos seus discípulos no pós-Cruz, no que abrange o material e o espiritual. Também esta fala de Jesus tinha um direcionamento aos fariseus e demais religiosos de Jerusalém, os quais embora parecessem serem espirituais exteriormente, na realidade interiormente eram extremamente materialistas. Os fariseus eram cobiçosos e usavam a religião para ganhar dinheiro. Após a Cruz, a qual Jesus proporcionou a todos que aceitassem o seu sacrifício e se convertessem a Ele, passariam a ter uma nova vida, não mais como cidadão da terra, mas sim como cidadão do céu. Com essa nova cidadania, fomos vocacionados a pensar nas coisas que são de cima e não nas coisas que são da terra, porque já estamos mortos para o mundo e a nossa vida a partir do arrependimento e do perdão, passou a estar escondida em Cristo. Não é errado adquirirmos bens, o que não se pode é deixar os bens nos possuir. Podemos fazer uma poupança, desde que a nossa vida não se resuma só a isso, pois se assim for, a nossa espiritualidade é ofuscada pelo materialismo, o que implica em um distanciamento do Senhor, e acabar-mos deixando de buscar as coisas do reino. O cristão que só investe em coisas materiais, fica tão obcecado, se esquecendo que tudo aqui neste mundo é perecível e provisório que também pode ser perdido. Todos devem se conscientizar que a vida aqui nesta terra é muito curta e que morrendo nada vai levar deste mundo.. Como cristãos a poupança que temos de fazer não é para este plano terreno e sim para o plano celestial, que é realizar obras consistentes, as quais são as que dão direito de receber os galardões da parte de Cristo, fato este, que acontecerá no seu tribunal ao sermos arrebatados. Portanto, que o nosso coração esteja totalmente voltado para os tesouros espirituais do qual os fiéis receberão do Senhor Jesus Cristo. 
2. SE A NOSSA VISÃO ESPIRITUAL É CLARA ENTÃO NOSSO CORPO É LUZ.
Mateus 6.22 – A candeia do corpo são os olhos; de sorte que, se os teus olhos forem bons, todo o teu corpo terá luz. Mateus 6.23 – Se, porém, os teus olhos forem maus, o teu corpo será tenebroso. Se, portanto, a luz que em ti há são trevas, quão grandes serão tais trevas! Mateus 6.24 – Ninguém pode servir a dois senhores, porque ou há de odiar um e amar o outro ou se dedicará a um e desprezará o outro. Não podeis servir a Deus e a Mamom.
A nossa alma tem cinco janelas, que são o meio de enxergar o lado exterior e essas cinco janelas são os nossos sentidos: visão; audição; olfato; paladar e tato. Todos os sentidos essenciais, porém tem o que mais deve ser controlado, pois se trata da nossa visão, ou seja, os nossos olhos, os quais pode-se fazer bons usos deles, como também um mau uso deles. A lâmpada do nosso corpo são os olhos, porque é através deles que toda luz chega até nós, sendo o único canal de luz que possuímos e, portanto, o nosso único meio de visão.  Significa que se os nossos olhos espirituais têm luz, então todo o nosso corpo estará cheio de luz. Se estamos fazendo bom uso dos nossos olhos, entendendo que eles são uma janela da alma, toda a nossa vida espiritual será iluminada. Porém se os nossos olhos forem maus, é um sintoma de alma doente, onde nenhuma luz pode entrar, e todo o nosso corpo estará cheio de trevas. Isso ocorre quando o cristão se volta para o materialismo, ou por ele próprio, ou induzido por líderes materialistas, cheios de ganância e cego espiritualmente. Quem passa a ter uma visão materialista começa a perder a espiritualidade e o temor e tremor daquele o qual devemos servir com toda a nossa devoção, que é o nosso Deus. Quem se inclina para os bens materiais, passa a servir a Mamom o deus das riquezas. Todo cristão deve ter conhecimento da vontade de Deus, mas se no decorrer da nossa caminhada, começarmos a resistir e desobedecê-la, estamos dando provas que a nossa lealdade está voltada para Mamom e não ao Deus verdadeiro. Se as riquezas mantiverem o domínio do nosso coração estamos impedindo Deus de manter a sua autoridade sobre nós e isso implica na nossa salvação. 
3. É IMPRESCINDÍVEL SUPERAR AS NOSSAS PREOCUPAÇÕES MATERIAIS.
Mateus 6.25 – Por isso, vos digo: não andeis cuidadosos quanto à vossa vida, pelo que haveis de comer ou pelo que haveis de beber; nem quanto ao vosso corpo, pelo que haveis de vestir. Não é a vida mais do que o mantimento, e o corpo, mais do que a vestimenta? Mateus 6.26 – Olhai para as aves do céu, que não semeiam, nem segam, nem ajuntam em celeiros; e vosso Pai celestial as alimenta. Não tendes vós muito mais valor do que elas? Mateus 6.27 – E qual de vós poderá, com todos os seus cuidados, acrescentar um côvado à sua estatura?
Jesus disse para priorizarmos o seu Reino, garantindo que as demais coisas, incluindo as necessidades materiais, serão supridas por Ele. Isso significa colocar a vontade de Deus em primeiro lugar em nossa vida para a glória e a honra do seu nome. É colocando Deus em primeiro plano, que Ele retribuirá suprindo as nossas necessidades. Quem coloca Deus em primeiro plano é identificado como alguém justo e a bíblia diz que um justo não fica desamparado e nem sua descendência terá que mendigar o pão. Sendo novas criaturas em Cristo Jesus, não podemos ter similaridade com o homem terreno, pois fomos recriados como seres celestiais e, como filhos de Deus, as nossas preocupações devem estar voltadas e concentradas nas coisas celestiais, enquanto estivermos neste plano terreno. A ansiedade levada com insistência, no sentido material demonstra uma falta de confiança em Deus e aquele que se deixa vencer pelas ansiedades acaba se aprofundando nela e com isso resulta num esmorecimento da fé. A nossa mente não pode estar dividida e tentando seguir duas direções ao mesmo tempo, o que gera uma confusão mental, que acarreta em sofrimentos. Se a mente absorve um pensamento inferior, de que a vida só consiste em comer, beber e vestir-se, sem perceber torna-se em um discípulo de mamom, e nessa condição está fora do contexto de ser um discípulo do reino, o que implica em perder a confiança no Deus provedor. A nossa vida espiritual deve incluir desejos relacionados às coisas celestiais, sem estar focado pela ansiedade somente nas coisas físicas. Jesus fala das aves e lírios dos campos, os quais ilustram, tanto a provisão alimentar, como o vestuário, mostrando que tanto o alimento, como o vestuário, não pode ser acompanhado da ansiedade. Se Deus cuida da fauna e da flora, tanto mais ele cuidará dos seus filhos. Quanto ao côvado indica o sentido de tempo, ou seja, um período breve, mostrando que a ansiedade não tem nenhum efeito benéfico, muito pelo contrário, ela é potencialmente maléfica. 

Comentário elaborado exclusivamente pelo texto bíblico da lição.
Pastor Adilson Guilhermel

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fale com o Pastor

Os subsídios de lições bíblicas são uma ferramenta valiosa que pode ajudar os professores a preparar e ministrar aulas mais eficazes. Ao escolher o subsídio mais adequado e usá-lo de forma criativa, você poderá ajudar seus alunos a crescer na fé e no conhecimento da Bíblia. Pastor Adilson Guilhermel

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

VISÃO MISSIONÁRIA