Escola Dominical - Esboços da EBD

EBD Comentários - Lições Biblicas da CPAD

Pastor Adilson Guilhermel

 Home    Agenda     Lições EBD    Sermões    Contato
Lições Bíblicas 3° Trimestre 2017 CPAD - A Razão da nossa Fé - Assim cremos, assim vivemos

O Único Deus Verdadeiro e a Criação
Lição 2 - 9 de Julho de 2017
Texto Áureo: "E Jesus respondeu-lhe: O primeiro de todos os mandamentos é: Ouve, Israel, o Senhor, nosso Deus, é o único Senhor." (Mc 12.29)
Leitura Bíblica em Classe: Deuteronômio 6.4; Gênesis 1.1

INTRODUÇÃO: O entendimento consciencioso de que Deus é o único Senhor é algo a ser crido com toda firmeza, pois só Ele, e unicamente Ele, tem em si mesmo todas as perfeições que podem ser imaginadas. Israel tinha uma ligação com Deus, não totalmente fidedigna, pois essa perfeição só veio acontecer após a obra remidora do seu Filho Jesus Cristo. Só após a remissão do pecado daquele que se arrepende e se converte a Cristo obtendo o perdão do pecado original, é que ocorre a reconciliação com o Deus Pai. Assim através da reconciliação realizada por Cristo, que é o único mediador entre Deus e o homem, é que passamos a conhecer o verdadeiro amor, para que possamos demonstrar esse amor aos nossos semelhantes. Enquanto o homem trazia em si, a natureza pecaminosa adâmica, não poderia haver a reconciliação perfeita com Deus, pois o pecado sempre foi uma barreira para uma ligação total do homem com Ele, pois a Sua santidade não permite isso. Só Deus tem todo o direito sobre nós e, por tanto só Ele pode ter todo direito sobre nós. Tendo Ele todo esse direito sobre nós, só a Ele devemos adoração. Se o homem se inclinar para qualquer outro tipo de imagen está rendendo honra e adoração a Satanás, pois Deus não divide a sua glória com outrem.

I - O ÚNICO DEUS VERDADEIRO, FORA DELE NÃO HÁ OUTRO

1. O Shemá significa, a unidade do Eterno, o Senhor é Um e não há outro
Deuteronômio 6.4 Ouve, Israel, o Senhor nosso Deus é o único Senhor.
A unidade e a singularidade divina quanto a sua natureza deveria ser a centralidade na vida religiosa do povo, a qual era obrigatoriamente ser comunicada aos filhos por meio de instrução a cada dia sem interrupções. Deveria fazer uso de filactérios que eram faixas com esses escritos, os quais deveriam ser atados em suas mãos, nas suas testas e nos umbrais de suas casas, para que em todos os momentos se lembrassem da singularidade de Deus. Por esses meios os pais incutiam nos seus filhos o entendimento da singularidade de Deus, de modo que esta verdade permeasse de geração em geração. Isso serviria como uma defesa ao politeísmo propagado pelas religiões falsas das nações ao redor deles. Isso tinha também o propósito, para que eles nunca viessem se inclinar a outros deuses. Israel precisava lembrar-se sempre que não havia outros deuses, exceto o Senhor Deus.
2. O monoteísmo diz que Ele é o Senhor, fora dele não existe outro deus
Marcos 12.29 E Jesus respondeu-lhe: O primeiro de todos os mandamentos é: Ouve, Israel, o Senhor nosso Deus é o único Senhor.
A unicidade de Deus era enfocada e usada pelos judeus, tanto pela manhã, como a noite no templo, em todo inicio de adoração, mostrando que ela não pode ser dividida com qualquer tipo de pseudo- divindades, pois isso era coisa de práticas pagãs politeístas. Só Deus, pode ser crível como a fonte de todo o poder e de todo o bem, pois Ele é o único ser supremo da adoração e de toda devoção de amor, que deve ser expressa com toda nossa racionalidade. Sem essa devoção de amor ao nosso Deus não é possível um desenvolvimento espiritual. A nossa devoção ao Senhor não pode ser dividida, pois devemos honrá-lo tanto com os nossos lábios, como também de todo o nosso coração, sempre com intensidade de espírito e propósitos sinceros, sem objetivar algo em troca disso.
3. O monoteísmo judaico via a unidade o cristão a unidade na Trindade.
Deus nunca foi visto por alguém. O Filho unigênito, que está no seio do Pai, esse o revelou. João 1:18
O monoteísmo judaico era voltado totalmente a uma unidade sem a inclusão do Deus Filho e do Deus Espírito Santo, isto porque eles não tinham uma revelação explícita acerca da Trindade, pois esta em todo Antigo testamento era mostrada numa linguagem simbólica e tipológica. No que diz respeito a sua essência a Trindade sempre foi invisível, com exceções de algumas teofanias, as quais não expunham a sua identificação aos visitados por Ele. A revelação desse Deus veio através do Seu Filho, se encarnando num corpo biológico, pois como disse Jesus: quem vê a mim, vê o Pai. Assim Jesus Cristo revelou Deus aos homens, pois Ele é a imagem do Deus invisível.
II- CRIAÇÃO A TEORIA DIVINA. EVOLUÇÃO TEORIA DA MENTE HUMANA
1. O modelo criacionista envolve crer que Cristo criou do nada o tudo
Hebreus 11.3 Pela fé entendemos que os mundos pela palavra de Deus foram criados; de maneira que aquilo que se vê não foi feito do que é aparente.
O criacionismo está presente em nossa regra de fé, pela qual afirmamos com toda convicção, que Deus é o criador do infinito universo, incluindo é lógico este planeta terra e de todos os seres vivos. Foi através da Palavra falada pelo Verbo de Deus, que tudo veio à existência, ou seja, a criação inteira. Existe um poder invisível e sem limites, do qual se originou a criação inteira. O homem não tem poder de criar a matéria, pois é limitado apenas em manipulá-la, portanto, só o Deus criador tem o poder de criar a matéria e de manipulá-la apenas com o poder da sua palavra. Por conseguinte, é pela fé que entendemos e cremos que Deus é o poder por detrás da criação inteira.
2. O modelo evolucionista é uma crença diabólica vinda da falsa ciência
1 Timóteo 6.20 Ó Timóteo, guarda o depósito que te foi confiado, tendo horror aos clamores vãos e profanos e às oposições da falsamente chamada ciência,
Timóteo foi exortado pelo apóstolo Paulo a se acautelar contra os falsos mestres, principalmente os que propagavam a doutrina do gnosticismo que afirmavam possuir um conhecimento espiritual acima daquilo que era pregado na Igreja. Timóteo era um despenseiro das doutrinas da fé, e deveria guardar o seu bom depósito dos oráculos divinos, sem se deixar levar pelas vãs filosofias, a qual é referida como a falsa ciência. Portanto nessa exortação a Timóteo não temos argumentos convincentes para afirmar se tratar da doutrina evolucionista. O evolucionismo é uma teoria muito diversificada sobre o processo da evolução das espécies de seres vivos, através das alterações progressivas pelos longos períodos de tempos. Assim o criacionismo é uma teoria que explica a origem de todo o universo, e de tudo que foi criado na terra, incluindo todos os seres vivos pela ação da palavra divina. O criacionismo é o oposto do evolucionismo, pois este diz que a multiplicidade de organismos existentes é resultado de um processo longo, lento e progressivo das espécies vivas.
III – TUDO FOI FEITO POR ELE E PARA ELE, E SEM ELE NADA EXISTIRIA.
1. A criação do universo é divina, e nenhuma teoria prova o contrário
Gn 1.1 - No princípio, criou Deus os céus e a terra
A teoria da criação pelo Ser divino, só pode ser entendida pela fé na sua palavra, a qual cremos sem qualquer margem de dúvida. A palavra diz que os mundos foram criados pela palavra de Deus, e tudo que podemos ver, não foi feito do que é aparente. O ato criativo foi realizado pelas Sua própria e imensa vontade, segundo os propósitos já revelados até o presente e os que também estão revelados para o futuro. As coisas vieram à existência, absolutamente do nada pela Sua palavra de ordem. Ele ordena e tudo se cria, se forma e acontece. A nossa fé se reforça no Deus criador porque Ele está presente em Sua criação com todos os seus feitos salvíficos. Ele falou e foi feito mandou, e logo apareceu.
2. A narrativa da criação em Gênesis realizada pela palavra de ordem
Porque falou, e foi feito; mandou, e logo apareceu. Salmos 33:9
A narrativa em Gênesis no seu capítulo primeiro mostra Deus verbalizando a Sua Palavra trazendo o inexistente a existência. Todas as suas ordens fizeram todas as coisas aparecerem e se movimentarem de um modo maravilhoso. Cada ordem dada por Deus as coisas ocuparam o seu lugar no cumprimento dos seus propósitos. Tudo surgiu ante a Sua palavra proferida revelando o seu poder extraordinário sobre todas as coisas. Deus não somente criou como também é o sustentador daquilo que Ele criou (Porque nele foram criadas todas as coisas que há nos céus e na terra, visíveis e invisíveis, sejam tronos, sejam dominações, sejam principados, sejam potestades. Tudo foi criado por ele e para ele. E ele é antes de todas as coisas, e todas as coisas subsistem por ele. Colossenses 1:16,17).
3. A criação do ser humano foi por ação de Deus e não por evolução
Atos 17.26 E de um só sangue fez toda a geração dos homens, para habitar sobre toda a face da terra, determinando os tempos já dantes ordenados, e os limites da sua habitação
A teoria da evolução perde todo seu fundamento e argumentos, quando observamos o reino animal. Não existe evolução tomando, por exemplo, os símios, os quais desde a sua existência continuam símios. A bíblia diz que o homem descende do primeiro homem formado por Deus no princípio da criação. Assim todos os homens têm uma origem comum. Assim o Deus da criação é o Deus de uma única história, a qual não dá margem a qualquer teoria possa refutar o contrário. Assim tudo está no contexto da sabedoria e do poder divino que coloca todas as coisas num sincronismo biológico perfeito para que o homem o busque e procure conhecê-lo olhando para todos os seus feitos.

Elaborado Pelo Pastor Adilson Guilhermel

 

  
ASSEMBLÉIA DE DEUS - Ministério Redenção -  Rua Frei Gaspar n° 3255 - Cidade Náutica  São Vicente - São Paulo
 Cultos: quarta, sexta e domingo a partir das 19h30. - Escola Dominical às 9h30
Seja Bem-vindo.
Caso sinta de enviar uma oferta para essa obra deposite nessa conta: Caixa Econômica Federal - Agência 1613 - Conta 0942-7 
Contato com o Pastor  Adilson