Escola Dominical - Esboços da EBD/Jesus é Superior a Josué - O Meio de Entrar no Repouso de Deus
 

Página Inicial     Agenda     Escola Dominical     Estudos Bíblicos   Contato
 

Escola Dominical - Esboços da EBD
Lições Bíblicas 1° Trimestre 2018 CPAD - A Supremacia de Cristo

Lição 4 - Jesus é Superior a Josué - O Meio de Entrar no Repouso de Deus

Trimestre: 1° de 2018 – 28 de Janeiro de 2018

TEXTO ÁUREO: "Procuremos, pois, entrar naquele repouso, para que ninguém caia no mesmo exemplo de desobediência." (Hb 4.11)

LEITURA BÍBLICA EM CLASSE: Hebreus 4.1-13

Introdução: Nesse texto bíblico é explícita a advertência aos crentes sobre a possibilidade e a fatalidade de perderem o descanso prometido. Para Israel havia um descanso prometido para a geração que saiu da escravidão do Egito, mas embora tenha sido libertado através de milagres extraordinários, o descaso que fizeram a isso os levaram ao fracasso por causa da rebeldia e desobediência. Os cristãos judeus precisavam se conscientizar que as coisas com Deus, são condicionais a seguir os seus preceitos sem desvios de conduta, como fizeram os seus antepassados. Eles por não seguirem as condicionais de Deus os povos de vinte anos para cima com exceção de Josué e Calebe pereceram no deserto, não entrando no descanso prometido. Assim será com todo crente que não seguir os preceitos divinos com obediência nessa caminhada rumo a Canaã Celestial. Assim como os hebreus por causa da desobediência não entraram no seu repouso, também a igreja se no mesmo exemplo da desobediência desse povo, não entrarão no seu repouso. É preciso lembrar que a salvação, não é um ato, pois se fosse um ato, todos estariam salvos para sempre, mas não é bem assim, pois a salvação é um processo e a continuidade de alguém como salvo em Cristo, depende da obediência irrestrita as condicionais divinas estabelecidas nas Escrituras Sagradas.

 

1. A promessa do repouso foi universalizada, para todos que queiram.

Hebreus 4.1 TEMAMOS, pois, que, porventura, deixada a promessa de entrar no seu repouso, pareça que algum de vós fica para trás. Hebreus 4.2 Porque também a nós foram pregadas as boas novas, como a eles, mas a palavra da pregação nada lhes aproveitou, porquanto não estava misturada com a fé naqueles que a ouviram.

Os hebreus por muitas vezes em sua caminhada pelo deserto deram demonstração de incredulidade pela falta de confiança em Deus. Os quarenta anos pelo deserto foi uma penalização pela falta de confiança em Deus. Os judeus cristãos foram exortados acerca dos seus antepassados, com a lembrança dos juízos que sofreram da parte de Deus pela sua dura cerviz, não seguissem o mesmo exemplo. Isto porque, assim como foi com os seus antepassados, eles se recusavam a confiar completamente no Senhor. Desse modo assim como foi com eles, os quais foram impedidos de entrar na terra prometida, se o exemplo fosse seguido, esses judeus cristãos também não alcançariam o repouso divino. Apesar de toda dureza desse povo, Deus nunca os abandonou, nem mesmo quando não aceitaram Jesus como o Seu Filho. Essa falta de confiança vinda por tradição dos seus pais, ainda assombrava esses cristãos hebreus, os quais alguns não compreendiam que Deus havia universalizado o seu plano de salvação, inserindo a todos os povos nesse contexto, plano esse, que eles também faziam parte, só que não mais com exclusividade. (Gálatas 3.28 Não há judeu nem grego; não há escravo nem livre; não há homem nem mulher; porque todos vós sois um em Cristo Jesus).  

2. Deus repousou das suas obras, e nos dará repouso das nossas.

Hebreus 4.3 Porque nós, os que temos crido, entramos no repouso, tal como disse: Assim jurei na minha ira Que não entrarão no meu repouso; embora as suas obras estivessem acabadas desde a fundação do mundo. Hebreus 4.4 Porque em certo lugar disse assim do dia sétimo: E repousou Deus de todas as suas obras no sétimo dia.

A igreja preliminarmente, já desfruta do repouso divino. Isto porque quando nos convertemos a Cristo passamos a ter paz com Deus, a qual é a paz perfeita, não como o mundo a dá, também ficamos livres de sentimentos de culpa, fim das obras legalistas, como também experiência de liberdade com o perdão total de Deus. Em Cristo já temos esse repouso porque estamos estabelecidos, enraizados, firmados, coisas essas que nos dão descanso dos nossos temores anteriores. Deus oferece esse descanso ao homem, que é condicional a participação do descanso em Cristo, pois esse descanso foi incluído desde a fundação do mundo. É preciso entender que a incredulidade exclui o homem desse descanso e somente a fé em Cristo é que inclui o homem nesse descanso. (Romanos 5.1 Justificados, pois, pela fé, tenhamos paz com Deus, por nosso Senhor Jesus Cristo,).

3. O repouso divino é só para quem vive a palavra com obediência.

Hebreus 4.5 E outra vez neste lugar: Não entrarão no meu repouso. Hebreus 4.6 Visto, pois, que resta que alguns entrem nele, e que aqueles a quem primeiro foram pregadas as boas novas não entraram por causa da desobediência,

Deus descansou da obra da criação dos céus e da terra, mas isso não sugere que Ele ficou inativo, pois ao terminar uma obra, outra é iniciada. Assim também é com a Igreja, que ao terminar a sua obra na terra descansará dela, pois estaremos inseridos em outra no mundo espiritual, com a diferença que essa no mundo espiritual, não nos cansará ou afadigará, pois ela só nos dará pleno prazer. A geração do deserto que viveram nos dias de Moisés e Josué, receberam as boas novas, mas não se apropriaram dela por causa da desobediência. Porém a oportunidade não se exauriu, pois ela continuou até atingir toda a universalidade, assim o homem tem a oportunidade de aceitar as boas novas para entrar nesse repouso, ou rejeitar ficando fora desse descanso. (Entrai pela porta estreita; porque larga é a porta, e espaçoso o caminho que conduz à perdição, e muitos são os que entram por ela; Mateus 7:13).

4. Os hebreus ignoraram o repouso e pela dura cerviz não alcançaram

Hebreus 4.7 Determina outra vez um certo dia, Hoje, dizendo por Davi, muito tempo depois, como está dito: Hoje, se ouvirdes a sua voz, Não endureçais os vossos corações. Hebreus 4.8 Porque, se Josué lhes houvesse dado repouso, não falaria depois disso de outro dia.

A oportunidade para entrar no repouso sempre foi oferecida na antiga aliança e novamente é prometido o descanso aos que creem. Hoje significa que ainda estamos no tempo de aproveitar essa vantagem espiritual que está sendo oferecida para os que querem ter Cristo na sua vida, enquanto a porta da oportunidade está aberta, pois ela pode se fechar a qualquer momento, seja por óbito, ou pelo arrebatamento. Nessa dispensação quando cremos entramos no descanso; quando obedecemos pela fé e nos sujeitamos as suas condicionais, o descanso entra em nós. (E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará os vossos corações e os vossos pensamentos em Cristo Jesus. Filipenses 4:7).

5. A porta do repouso pela lei foi fechada, mas a  graça tem uma disponível

Hebreus 4.9 Portanto, resta ainda um repouso para o povo de Deus. Hebreus 4.10 Porque aquele que entrou no seu repouso, ele próprio repousou de suas obras, como Deus das suas. Hebreus 4.11 Procuremos, pois, entrar naquele repouso, para que ninguém caia no mesmo exemplo de desobediência.

Deus descansou quando concluiu a sua obra da criação, nesse caso Jesus no seu estado eterno. Assim descansou dessa obra e iniciou outra, a qual foi a sua obra salvífica e, ao concluir essa obra descansou dela. Porque Cristo entrou no repouso, a resposta é simples: porque Ele foi diligente em todo o seu ministério terreno e nós temos que seguir o Seu exemplo de obediência, com toda a diligência e esforço para entrarmos em nosso repouso. É preciso ter a conscientização de que o reino de Deus é tomado à força exigindo muito empenho e dedicação. O perigo eminente é que muitos crentes dos nossos dias, estão se comportando como os hebreus do passado, que caíram na desobediência. (De maneira que cada um de nós dará conta de si mesmo a Deus. Romanos 14:12).

6. O íntimo do nosso ser é perscrutado pelo Senhor, ninguém o engana.

Hebreus 4.12 Porque a palavra de Deus é viva e eficaz, e mais penetrante do que espada alguma de dois gumes, e penetra até à divisão da alma e do espírito, e das juntas e medulas, e é apta para discernir os pensamentos e intenções do coração. Hebreus 4.13 E não há criatura alguma encoberta diante dele; antes todas as coisas estão nuas e patentes aos olhos daquele com quem temos de tratar.

A palavra de Deus tem o poder de penetrar e de revelar o nosso interior e se quisermos que ela produza os efeitos desejados em nossa vida devemos nos abrir para ela aceitando as suas correções. Os hebreus perderam a sua herança pela sua indiferença a palavra de Deus. Deus usa a sua palavra para nos levar a conscientizar-nos do pecado e, eliminar a incredulidade do nosso coração. Nós não sabemos o que há na realidade em nosso interior, mas Deus conhece o profundo e o oculto do nosso ser, sendo que tudo fica patente aos seus olhos. Todo crente que anseia ir para o seu repouso deve ouvir atentamente a palavra de Deus e dar crédito a ela, pois se formos apenas ouvinte esquecediço estaremos fora do contexto da salvação. (Aquele, porém, que atenta bem para a lei perfeita da liberdade, e nisso persevera, não sendo ouvinte esquecediço, mas fazedor da obra, este tal será bem-aventurado no seu feito. Tiago 1:25).


Elaborado pelo Pastor Adilson Guilhermel
 
Comentarista: Pastor Adilson Guilhermel
QUER AJUDAR ESTA OBRA? Então use uma das contas abaixo e envie uma oferta
Caixa Econômica Federal - Agência 1613 - Conta Corrente 942-7 Banco Itaú - Agência 9184 - Conta corrente 05524-3

Fale com o pastor: [email protected]
l