Escola Dominical - Esboços e Comentários da EBD
Home         Agenda         EBD         Sermões         Contato
 

Lição 3 - Entrando no Tabernáculo: o Pátio
Lições Bíblicas do 2° trimestre de 2019 - CPAD | Classe: Adultos | Data da Aula: 21 de Abril de 2019.
Texto Áureo: “Eu sou a porta; se alguém entrar por mim, salvar-se-á, e entrará, e sairá, e achará pastagens." (Jo 10.9)
Leitura Bíblica em Classe: Êxodo 27.9-19 

Introdução: A porta que os religiosos de Israel, principalmente os fariseus, não levavam a lugar algum, pois não tinham a autoridade divina de estar mostrando o caminho dos céus para as pessoas. Nessas condições já foram identificados por Cristo como ladrões e salteadores. Cristo veio para mostrar um novo caminho para o homem ser salvo, identificando-se como a verdadeira porta, onde todos os pecadores que entrassem por ela ficariam livres da escravidão e seriam conduzidos a liberdade conquistando assim a suficiente salvação eterna. O verdadeiro Pastor que é Cristo veio salvar as ovelhas, das garras dos falsos pastores que só buscavam os seus próprios interesses. Quem entra pela verdadeira porta recebe a vida e desfruta de vida abundante com liberdade.
1) Quem quiser se aproximar de Deus deve saber e reconhecer que Ele é Santo.  

Êxodo 27.9 - Farás também o pátio do tabernáculo; ao lado do meio-dia, para o sul, o pátio terá cortinas de linho fino torcido; o comprimento de cada lado será de cem côvados.

A distinção entre o puro e o impuro, ou o santo e o profano é simbolizado pela cortina que compunha a cerca ao redor do tabernáculo. A cortina era de linho branco que representava a santidade absoluta de Deus. A Bíblia  faz uma séria advertência para aqueles que vem prestar culto ao Senhor: *Guarda o teu pé, quando entrares na casa de Deus; porque chegar-se para ouvir é melhor do que oferecer sacrifícios de tolos, pois não sabem que fazem mal. Eclesiastes 5:1) O tabernáculo era todo cercado com linho fino presos a estacas e funcionava como uma separação entre Deus, na sua habitação e o homem do lado de fora. Isso tinha como propósito impedir qualquer aproximação de alguém sem as condições exigidas que ousasse se aproximar e adentrar nesse lugar santo. Esse pátio estava aberto para todos os israelitas que quisessem prestar culto, desde que os seus procedimentos fossem de pessoas redimidas. Quando alguém entrava nesse pátio nas condições exigidas significava que esse alguém estava começando a se aproximar de Deus. Essa aproximação começava pelo altar do holocausto desde que o sacrifício apresentado estivesse nas condições exigidas pelas leis cerimoniais. Israel entrava e permanecia nos átrios do Senhor, sem acesso ao lugar santíssimo, porém a igreja redimida pelo sangue de Cristo ganhou o acesso a esse lugar quando o véu do templo se rasgou de alto a abaixo.

2) Como autênticos cristãos devemos ser colunas nesse grande edifício divino.

Êxodo 27.10 - Também as suas vinte colunas e as suas vinte bases serão de cobre; os colchetes das colunas e as suas faixas serão de prata. Êxodo 27.11 - Assim também do lado do norte as cortinas na longura serão de cem côvados de comprimento; e as suas vinte colunas e as suas vinte bases serão de cobre; os colchetes das colunas e as suas faixas serão de prata. Êxodo 27.12 - E na largura do pátio do lado do ocidente haverá cortinas de cinquenta côvados; as suas colunas, dez, e as suas bases, dez. Êxodo 27.13 - Semelhantemente, a largura do pátio do lado oriental, para o levante, será de cinquenta côvados, Êxodo 27.14 - de maneira que haja quinze côvados de cortinas de um lado; suas colunas, três, e as suas bases, três;
Êxodo 27.15 - e quinze côvados de cortinas do outro lado; as suas colunas, três, e as suas bases, três.

As colunas representam estabilidade, retidão e unidade na obra de Deus, sem essa disposição não é de maneira alguma uma obra de Deus. As colunas que sustentavam o as cortinas de linho fino não eram visíveis para aqueles que permaneciam fora do tabernáculo, significando a humildade de não aparecer para fazer a obra de Deus, pois quem tem que aparecer é Cristo em nossas vidas como disse João Batista, convém que Ele cresça e, eu diminua. Como cristãos devemos ser como colunas no edifício de Deus, as quais simbolizam os crentes que sofreram e sofrem perseguições ao longo da história da igreja. Crente que é coluna sabe em qualquer circunstância se manter firme na sustentação da justiça de Cristo de uma forma que o mundo inteiro possa ver, porque crente que é coluna nunca se corrompe com os enganos e sujeiras deste mundo. (Mas, se tardar, para que saibas como convém andar na casa de Deus, que é a igreja do Deus vivo, a coluna e firmeza da verdade 1 Timóteo 3:15).

3) Para adentrar nesse grande edifício de Deus só existe uma porta de entrada.

Êxodo 27.16 - E à porta do pátio haverá uma coberta de vinte côvados, de pano azul, e púrpura, e carmesim, e linho fino torcido, de obra de bordador; as suas colunas, quatro, e as suas bases, quatro. Êxodo 27.17 - Todas as colunas do pátio ao redor serão cingidas de faixas de prata; os seus colchetes serão de prata, mas as suas bases, de cobre. Êxodo 27.18 - O comprimento do pátio será de cem côvados, e a largura de cada banda, de cinquenta, e a altura, de cinco côvados, de linho fino torcido; mas as suas bases serão de cobre.

A geometria do tabernaculo rodeado por cortina de linho fino tinha uma altura de aproximadamente dois metros e meio, o dificultava, mas não impedia totalmente que alguém adentrasse ali sem ser pelo caminho normal, ou seja, a porta. Essa possibilidade trazendo para os nossos dias é dita pelo Senhor Jesus em: (“Eu lhes asseguro que aquele que não entra no aprisco das ovelhas pela porta, mas sobe por outro lugar, é ladrão e assaltante” (Jo 10.1). Essa realidade é observada no meio cristão com os falsos pastores mercenários da fé, os quais não entraram pela porta, mas pularam a cerca para explorarem as ovelhas. Somente quem entra pela porta, que é Jesus, achará a verdadeira vida e quem não entra por ela, é ladrão e salteador. As hastes de prata faziam as ligaduras entre as colunas dando sustentação e estabilidade para manter o seu alinhamento. A prata significa nesse caso o preço do resgate e simbolizam a redenção e, apontam para Jesus que nos resgatou da escravidão do pecado.

4) Havia só uma porta para o pátio, e só um caminho que leva o homem a Deus.

Êxodo 27.19 - No tocante a todos os utensílios do tabernáculo em todo o seu serviço, até todos os seus pregos e todos os pregos do pátio, serão de cobre.

Esse pátio era um tipo de igreja, fechada e separada do mundo, volteado por colunas indicando estabilidade que aponta ao que Cristo disse: as portas do inferno não prevalecerão contra a minha igreja. Era fechado com o linho limpo que significa envolta com a santidade. Esse pátio tinha capacidade para poucos adoradores, porém Cristo ampliou o pátio em todos os lugares dando condições para todos que buscam a salvação. As cordas e as estacas falam a respeito de Cristo, apontando parar a expansão da igreja como habitação de Deus. (Amplia o lugar da tua tenda, e estendam-se as cortinas das tuas habitações; não o impeças; alonga as tuas cordas, e fixa bem as tuas estacas. Isaías 54:2).

Comentários elaborados pelo Pastor Adilson Guilhermel
 
Quer ajudar a propagação do site? Clique no botão acima. 
 

Assembléia de Deus Redenção - Rua Frei Gaspar, 1652  Parque São Vicente - São Vicente - S.P.

Clique aqui> Fale com o Pastor 
Assembléia de Deus Redenção