Home   Agenda   Escola Dominical   Estudos Bíblicos   Contato
Escola Dominical - Esboços da EBD

Lições do 4º Trimestre de 2013 - CPAD - Jovens e Adultos
  
 
 

Sabedoria de Deus para uma vida vitoriosa
A atualidade de Provérbios e Eclesiastes
A ILUSÓRIA PROSPERIDADE DOS ÍMPIOS.

Lição 11
-
15 de Dezembro de 2013
Texto Áureo:
Eclesiastes 9.2 Tudo sucede igualmente a todos; o mesmo sucede ao justo e ao ímpio, ao bom e ao puro, como ao impuro; assim ao que sacrifica como ao que não sacrifica; assim ao bom como ao pecador; ao que jura como ao que teme o juramento.
Leitura Bíblica em Classe: Eclesiastes 9.1-6

A ILUSÓRIA PROSPERIDADE DOS ÍMPIOS E A CERTEZA DOS SALVOS

Introdução:
As ilusões temporais são as que mais atraem o ser humano chegando ao ponto de escravizá-los de tal maneira que não desenvolvem qualquer interesse ou preocupação com a sua alma, e o principal, a sua eternidade. Deus quando criou o homem, não o criou como os outros seres viventes, e, a diferença na criação dos seres viventes é que Deus os criou da terra e por isso são seres terrenos os quais nessa condição ao morrerem irão desaparecer e deixarão de existir. Quanto ao homem a condição é diferente, pois embora a sua parte corpórea tenha sido formada de terra, o mesmo não foi assim com o seu espírito. Isso porque Deus que é o Pai dos Espíritos no momento da concepção gerou um espírito para habitar num corpo formado da terra. Portanto esse corpo é apenas um invólucro do nosso espírito, porque nós não somos matéria e sim um espírito e o espírito do homem não foi feito da terra como os demais seres viventes, pois para o espírito Deus não disse: terra produza o homem, e sim foi dito: façamos o homem a nossa imagem e semelhança. Agora, assim como todos os seres viventes e vegetais dependem da terra para sobreviverem porque é da terra que tiram a sua subsistência, da mesma forma o homem matéria também depende dessa fonte de subsistência; porém o homem espírito depende de outra fonte de subsistência que não se localiza aqui na terra, mas no céu, ou seja, em Deus que é a fonte de todo poder. Como o pecado desligou o homem do seu criador, foi necessário Ele providenciar esse meio de ligação que é o Senhor Jesus. Assim quem aceitou Cristo se reconciliou com Deus e o seu espírito passa a se alimentar das coisas que vem do céu, e quem não aceita Cristo está desligado de Deus e o seu espírito não pode receber aquilo que vem do céu. Essa nutrição espiritual é o que está nos transformando a imagem e semelhança de Deus até chegarmos a estatura do varão perfeito, que é Cristo. Porém o homem sem Cristo cujo estado é de um ser caído, e só se preocupa com o seu bem estar material, procura fazer de tudo para alimentar o seu homem da terra com tudo que o mundo oferece, seja bom ou mau. Essa obcecação pelo materialismo é uma obra maligna, pois o diabo quer levar a todos para a perdição eterna e o homem nessa visão obscura quanto a necessidade de salvação não tem qualquer preocupação de onde passará a sua eternidade.
I – QUEM SÓ VIVE PARA AS COISAS TEMPORAIS NÃO VIVERÁ AS ETERNAS
1. Todos têm o direito de escolha, mas o destino de cada um está nas mãos de Deus -
Eclesiastes 9.1 DEVERAS todas estas coisas considerei no meu coração, para declarar tudo isto: que os justos, e os sábios, e as suas obras, estão nas mãos de Deus, e também o homem não conhece nem o amor nem o ódio; tudo passa perante ele. = Ainda antes que houvesse dia, eu sou; e ninguém há que possa fazer escapar das minhas mãos; agindo eu, quem o impedirá? Isaías 43:13
Uma das coisas que aterroriza o homem é o pavor da morte, porém ele só tem lembrança disso quando alguma coisa grave acontece consigo, pois em outras situações ele procura não se lembrar disso. Porém a morte chegará para todos a qualquer momento, seja para salvos e não salvos, dela ninguém escapa. Como a morte é algo apavorante para muitos, as pessoas evitam deliberadamente usar a palavra morte e até substituem por algo mais ameno, como ele partiu, nos deixou, voltou ao lar, ou ele dormiu. Como estamos sempre nos preparando para viver o dia a dia, devemos também estar nos preparando para morrer, pois isso é inevitável a todos. Apenas os salvos em Cristo podem conservar a esperança de não conhecer a morte; isso só acontecerá se Cristo voltar para buscar a sua Igreja e nos leve para o céu, quando essa nossa casa terrestre se desfará transformando-se num corpo glorificado. Para o ímpio que morre assim como o salvo morre, a situação é diferente, pois o seu espírito desligado de Deus ficará reservado para o juízo eterno e não tem como escapar das potentes mãos de Deus.

2. Todos estão destinados a morrer aqui na terra, mas não será assim na eternidade -
Eclesiastes 9.2 Tudo sucede igualmente a todos; o mesmo sucede ao justo e ao ímpio, ao bom e ao puro, como ao impuro; assim ao que sacrifica como ao que não sacrifica; assim ao bom como ao pecador; ao que jura como ao que teme o juramento. = E, como aos homens está ordenado morrerem uma vez, vindo depois disso o juízo, Hebreus 9:27
Temos liberdade de discernimento e decisão. Porém, as decisões do nosso futuro e o que nos está reservado só acontecerão no dia de amanhã em decorrência das decisões que tomamos hoje. Todos têm um destino comum aqui nesse plano terreno, que é a morte e a sepultura -, porém a diferença entre o salvo e o ímpio é que os destinos serão diferentes em se tratando de eternidade. O último inimigo do homem é a morte e para os cristãos esse último inimigo já foi derrotado desde que estejamos escondidos em Cristo. Os incrédulos já não podem ter essa certeza, pois não estão preparados para enfrentá-la e isso pode ser confirmado no velório de um incrédulo, quando se observa a sua aparência com expressão de terror, ao contrário do crente que é uma aparência serena. Não existe reencarnação como o diabo tenta apregoar para enganar os que não querem conhecer a verdade que vem pela palavra de Deus. Essas e outras mentiras do diabo levam o homem a nutrir esperanças falsas quanto ao seu futuro. A bíblia é precisa nesse assunto para que ninguém se engane, quando diz que só se morre uma vez mostrando que não haverá outra oportunidade, pois o seguir da morte é o juízo divino.

II - A VISÃO DO TEMPO PRESENTE CEGA A VISÃO DE UM TEMPO FUTURO
1. A realidade da morte é conhecida por todos, mas nem todos se arrependem -
Eclesiastes 9.3 Este é o mal que há entre tudo quanto se faz debaixo do sol; a todos sucede o mesmo; e que também o coração dos filhos dos homens está cheio de maldade, e que há desvarios no seu coração enquanto vivem, e depois se vão aos mortos. = Nos quais o deus deste século cegou os entendimentos dos incrédulos, para que lhes não resplandeça a luz do evangelho da glória de Cristo, que é a imagem de Deus. 2 Coríntios 4:4
Não tem como fugir da realidade da morte e o único meio de encarar essa realidade conscientemente é pelo arrependimento dos pecados e buscar a salvação em Jesus Cristo. O pecador tenta escapar ou esquecer essa realidade procurando se apegar ao materialismo, ou buscando prazeres temporais e inúteis que nada vão resolver, pois essas coisas são apenas meios de distração e não de solução, pois o último inimigo que é a morte continua sempre presente. Satanás cegou o entendimento dos incrédulos para que não caiam em si mesmo e continuem absorvidos pelos prazeres que o mundo proporcionar sem querer enxergar que em breve serão homens mortos. Também não querem enxergar que satanás pela vontade permissiva de Deus tem a liberdade de influenciar a humanidade quanto ao erro, e, assim Deus pode separar aqueles que rejeitaram as propostas desse ser maligno e demonstram fidelidade a Ele. Satanás é o príncipe das trevas e governante das trevas deste mundo, e cegou os seus entendimentos para que o seu interesse maior sempre venha a prevalecer que é, mantê-las nas trevas. Ele cega a mente das pessoas com a ignorância, com o erro, com o preconceito e outras coisas, para que esses não enxerguem o que Cristo lhes oferece.

2. A esperança de todo crente deve ser acompanhada pela certeza da eternidade -
Eclesiastes 9.4 Ora, para aquele que está entre os vivos há esperança (porque melhor é o cão vivo do que o leão morto). = Porque o salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna, por Cristo Jesus nosso Senhor. Romanos 6:23
Muitos chegam a dizer que vão aproveitar tudo o que tem direito, pois vão morrer mesmo. Há um fim para todos os nossos prazeres neste mundo: Tudo que o homem ajuntar neste mundo no sentido material ficará para traz e será deixado para outros, e não alcançarão qualquer recompensa pelo que fizeram, pois nada fizeram para agradar a Deus. Só será recompensado quem usou de sabedoria para buscar as coisas do alto, pois não é este o nosso lugar. A morte é o salário para o menor ou maior pecado, pois não a distinção quanto a sua proporção. Assim como um trabalhador tem direito ao seu salário, o pecador também receberá o seu salário que é a morte. Todos os que são servos do pecado receberão compulsoriamente este pagamento. Porém aqueles que servem a Deus sabem que o seu trabalho não é vão, pois a sua recompensa é a vida eterna.

III – DO IMPREVISÍVEL NINGUEM ESCAPA, É ONDE TODA ESPERANÇA ACABA
1. A oportunidade de salvação é enquanto vivemos, pois na morte elas não existem -
Eclesiastes 9.5 Porque os vivos sabem que hão de morrer, mas os mortos não sabem coisa nenhuma, nem tampouco terão eles recompensa, mas a sua memória fica entregue ao esquecimento. = Saber-se-ão as tuas maravilhas nas trevas, e a tua justiça na terra do esquecimento? Salmos 88:12
Os mortos não têm como saber o que se passa na terra, pois para onde vão não existe mais comunicação com os vivos contrariando a doutrina espírita que prega a existência dessa comunicação. Quem está vivo tem a capacidade de reagir se enxergar que está no caminho da perdição e voltar-se para o caminho da salvação. Assim quem está vivo deve aproveitar a oportunidade que Deus oferece enquanto é dia, pois a noite já vem. As almas dos que partiram salvos podem verdadeiramente, saber das maravilhas de Deus e declarar a sua fidelidade, a sua justiça e a sua bondade; mas os corpos dos mortos, não; assim, não receberão mais a misericórdia e a bondade de Deus, pois o destino de todos que morreram sem Cristo será as trevas exteriores onde haverá pranto e ranger de dentes.

2. O homem deve buscar os ideais eternos, pois os ideais do mundo são perecíveis -
Eclesiastes 9.6 Também o seu amor, o seu ódio, e a sua inveja já pereceram, e já não têm parte alguma para sempre, em coisa alguma do que se faz debaixo do sol. = PORTANTO, se já ressuscitastes com Cristo, buscai as coisas que são de cima, onde Cristo está assentado à destra de Deus. Colossensses 3:1
Quem escolheu este mundo como a fonte do seu prazer e alegria, a qualquer momento abruptamente perderão tudo isso, pois estas coisas estão somente nesta vida. A continuação desta vida em outra dimensão para os não salvos será cerceada de tudo que o homem estava absorvido, pois terá uma eternidade em completo confinamento. Será o fim das suas amizades, prazeres, festas, entretenimento, sonhos, esperanças e muito mais para todo o sempre. Devemos nos importar mais com as coisas do outro mundo do que com as coisas deste mundo. O céu deve ser nossa prioridade maior, ou seja, é um alvo que não podemos perder de vista. É preciso entender que não somos mais deste mundo e assim devemos buscar as coisas celestiais com desejos ardentes. As coisas da terra se opõem as coisas do céu e como muita coisa da terra são prazerosas e atraentes, não podemos nos inclinar para elas e perder a batalha do espírito contra a carne, pois se a nossa carne vencer estaremos perdidos, mas se o nosso espírito vencer, então seremos mais do que vencedores em Cristo Jesus.



Obs: Esboço é elaborado exclusivamente pelo texto da (Leitura Bíblica em Classe).

Elaborado pelo Pastor Adilson Guilhermel - Th.M.
 
Se você sentir de colaborar com uma oferta use um dos meios abaixo.
Faça a sua doação por
um dos meios ao lado>
 
Banco Itaú  Agência 9184 
 Conta corrente  05524-3
 
A ILUSÓRIA PROSPERIDADE DOS ÍMPIOS.

Lição 11 - 15 de Dezembro de 2013
Texto Áureo: Eclesiastes 9.2 Tudo sucede igualmente a todos; o mesmo sucede ao justo e ao ímpio, ao bom e ao puro, como ao impuro; assim ao que sacrifica como ao que não sacrifica; assim ao bom como ao pecador; ao que jura como ao que teme o juramento.
Leitura Bíblica em Classe: Eclesiastes 9.1-6

A ILUSÓRIA PROSPERIDADE DOS ÍMPIOS E A CERTEZA DOS SALVOS

I – QUEM SÓ VIVE PARA AS COISAS TEMPORAIS NÃO VIVERÁ AS ETERNAS
1. Todos têm o direito de escolha, mas o destino de cada um está nas mãos de Deus - Eclesiastes 9.1 DEVERAS todas estas coisas considerei no meu coração, para declarar tudo isto: que os justos, e os sábios, e as suas obras, estão nas mãos de Deus, e também o homem não conhece nem o amor nem o ódio; tudo passa perante ele. = Ainda antes que houvesse dia, eu sou; e ninguém há que possa fazer escapar das minhas mãos; agindo eu, quem o impedirá? Isaías 43:13
2. Todos estão destinados a morrer aqui na terra, mas não será assim na eternidade - Eclesiastes 9.2 Tudo sucede igualmente a todos; o mesmo sucede ao justo e ao ímpio, ao bom e ao puro, como ao impuro; assim ao que sacrifica como ao que não sacrifica; assim ao bom como ao pecador; ao que jura como ao que teme o juramento. = E, como aos homens está ordenado morrerem uma vez, vindo depois disso o juízo, Hebreus 9:27
II - A VISÃO DO TEMPO PRESENTE CEGA A VISÃO DE UM TEMPO FUTURO
1. A realidade da morte é conhecida por todos, mas nem todos se arrependem - Eclesiastes 9.3 Este é o mal que há entre tudo quanto se faz debaixo do sol; a todos sucede o mesmo; e que também o coração dos filhos dos homens está cheio de maldade, e que há desvarios no seu coração enquanto vivem, e depois se vão aos mortos. = Nos quais o deus deste século cegou os entendimentos dos incrédulos, para que lhes não resplandeça a luz do evangelho da glória de Cristo, que é a imagem de Deus. 2 Coríntios 4:4
2. A esperança de todo crente deve ser acompanhada pela certeza da eternidade - Eclesiastes 9.4 Ora, para aquele que está entre os vivos há esperança (porque melhor é o cão vivo do que o leão morto). = Porque o salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna, por Cristo Jesus nosso Senhor. Romanos 6:23
III – DO IMPREVISÍVEL NINGUEM ESCAPA, É ONDE TODA ESPERANÇA ACABA
1. A oportunidade de salvação é enquanto vivemos, pois na morte elas não existem. Eclesiastes 9.5 Porque os vivos sabem que hão de morrer, mas os mortos não sabem coisa nenhuma, nem tampouco terão eles recompensa, mas a sua memória fica entregue ao esquecimento. = Saber-se-ão as tuas maravilhas nas trevas, e a tua justiça na terra do esquecimento? Salmos 88:12
2. O homem deve buscar os ideais eternos, pois os ideais do mundo são perecíveis - Eclesiastes 9.6 Também o seu amor, o seu ódio, e a sua inveja já pereceram, e já não têm parte alguma para sempre, em coisa alguma do que se faz debaixo do sol. = PORTANTO, se já ressuscitastes com Cristo, buscai as coisas que são de cima, onde Cristo está assentado à destra de Deus. Colossensses 3:1 -
 
l