Home   Agenda   Escola Dominical   Estudos Bíblicos   Contato

Escola Dominical - Esboços da EBD

Lições do 2° Trimestre de 2014 - CPAD - Jovens e Adultos
  
 
Lições Bíblicas 

  EBD: 2º trimestre 2014 - Dons Espirituais e Ministeriais - servindo
 a Deus e aos homens com poder extraordinário

O PROPÓSITO DOS DONS ESPIRITUAIS
Lição 2 - 13 de Abril de 2014
Texto Áureo: I Coríntios 14.12 Assim também vós, como desejais dons espirituais, procurai abundar neles, para edificação da igreja.
Leitura Bíblica em Classe: I Coríntios 12.8-11; 13.1,2

O PROPÓSITO DOS DONS É FAVORECER A IGREJA E O EVANGELHO

Introdução: Quando Jesus disse que as portas do inferno não prevaleceriam contra a sua Igreja, significa evidentemente que estava falando de uma Igreja composta de homens e mulheres equipados com dons espirituais na luta contra o reino das trevas. Então se entende que o propósito dos dons espirituais é equipar os santos para servir no Seu reino e, essas ferramentas são impreensindíveis tanto para a Igreja como para o crescimento do evangelho. Como está escrito em Efésios 6.12 dizendo que não temos que lutar contra a carne e o sangue, mas, sim, contra os principados, contra as potestades, contra os príncipes das trevas deste século, contra as hostes espirituais da maldade, nos lugares celestiais. ades, contra os príncipes das trevas deste século, contra as hostes espirituais da maldade, nos lugares celestiais. Isso nos mostra que a Igreja não teria como subsistir se não estivesse equipada com os dons espirituais, dai entendemos que uma Igreja que busca esses dons e os usa conforme a vontade do Espírito Santo, certamente é uma Igreja verdadeiramente militante. Infelizmente tem algumas Igrejas que exageram nos dons ao ponto de se tornarem carnais, como também tem as Igrejas que não aceitam os dons, e assim são Igrejas frias, sem qualquer manifestação espiritual. É preciso entender que os dons espirituais são ferramentas, à disposição da igreja, para que exerça a sua missão tanto na parte profética, como na parte da proclamação do evangelho de Cristo. Os dons só serão eficazes quando são usados ordeiramente com a consciência exata dos seus propósitos.
1. OS DONS SAPIENCIAIS ENVOLVEM REVELAÇÕES E INSTRUÇÕES PARA A IGREJA
1. Quem tem dom da palavra da sabedoria é habilitado a revelar segredos da palavra - I Coríntios 12.8a Porque a um pelo Espírito é dada a palavra da sabedoria; - Em quem estão escondidos todos os tesouros da sabedoria e da ciência. Colossenses 2:3
Deus tem a plenitude da sabedoria, sabedoria esta que tem revelado a humanidade desde o princípio da criação. Então precisamos saber que os tesouros da sabedoria estão ocultos não em nós, mas para nós, em Cristo. Não adianta ser um sábio e conhecedor da palavra se não houver o essencial, que é a sua revelação. Devemos depender deste suprimento oculto no Senhor, e tirar dos seus tesouros os segredos e mistérios para o nosso crescimento espiritual. Entendemos que nenhum poder humano de sentido ou de imaginação é capaz de conceber as coisas que Deus preparou para os que o amam.
2. Quem tem dom da palavra do conhecimento é habilitado em toda área da didática
– I Coríntios 12.8b e a outro, pelo mesmo Espírito, a palavra da ciência; - E a minha palavra, e a minha pregação, não consistiram em palavras persuasivas de sabedoria humana, mas em demonstração de Espírito e de poder; 1 Coríntios 2:4
O dom do conhecimento quando coadunado com o de sabedoria é extremamente enriquecedor para a Igreja, como também para a área didática em seminários conferências e outros mais. Mas nem todos têm esse dom unificado, porém mesmo assim, não trará prejuízo na área de ensino. Uma pregação pomposa, com habilidades, cativadoras, eloqüentes ou atraentes para agradar ou divertir aqueles que ouvem, certamente não são dotadas do conhecimento das doutrinas bíblicas essenciais para a igreja. Quem tem conhecimento, tem autoridade na palavra, pois em tudo que prega ou ensina tem a concordância com as profecias divinas. Ornamentos de discurso, habilidade filosófica e argumentos não podem acrescentar qualquer benefício espiritual para a Igreja.
OS DONS DE CURAS E MILAGRES SÃO CANAIS DE BÊNÇÃOS DE DEUS PARA A IGREJA -
1. Quem tem o dom da fé sabe se valer dos recursos do poder de Deus
- I Coríntios 12.9a E a outro, pelo mesmo Espírito, a fé; - E Jesus lhes disse: Por causa de vossa incredulidade; porque em verdade vos digo que, se tiverdes fé como um grão de mostarda, direis a este monte: Passa daqui para acolá, e há de passar; e nada vos será impossível. Mateus 17:20
A palavra já diz: sem fé é impossível agradar a Deus. Isso significa que todos nós devemos ser dotados de fé, alguns com menos e outros com mais, o importante é que todos devem possuir este essencial requisito, que é a fé. Se esta fé for exercitada a contento e a nossa chamada evolve situações extremamente dificultosas, certamente o Espírito Santo nos equipará com esse dom. Os discípulos de Jesus foram requisitados por um pai de um jovem que estava possesso por demônios e eles não conseguiram êxito contra esses demônios. O pai desesperado apelou para Jesus que havia acabado de chegar e relatou o fato a Ele. Jesus imediatamente repreendeu os seus discípulos pela falta de fé em expulsar o demônio. (Mc 9.19). Quando a tempestade se levantou no mar, e os discípulos apavorados foram acordar Jesus, este os repreendeu pela falta de fé (Mc 4.40). Mas não somente nessas situações a fé deve estar presente, como também em caminhada cristã, para que possa estar sempre vencendo e nunca perdendo.
2. Quem tem o dom de cura pode aliviar males que afligem o corpo e alma
- I Coríntios 12.9b e a outro, pelo mesmo Espírito, os dons de curar; - ...e porão as mãos sobre os enfermos, e os curarão. Marcos 16:18b
As curas não são uma regra e sim uma exceção, isto porque o próprio Cristo em seu ministério terreno dava prioridade a palavra e não as curas. Porém a maioria dos seus seguidores que envolvia grandes multidões, não o seguia necessariamente pela sua doutrina e sim pelos milagres que Ele realizava (Jo 6.66). Portanto podemos entender que a cura divina, ou seja, a cura da área física é uma exceção, e não uma regra. No entanto as curas que devemos entender como regras e não uma exceção são as curas interiores e da alma, as quais são uma necessidade constante para todo o cristão devido às constantes falhas e erros que cometemos em nossa vida cotidiana. Portanto o dom de cura é manifestado excepcionalmente quando o Espírito Santo o julgar necessário, pois se o dom fosse da pessoa certamente cometeria grandes abusos com isso. É bom lembrar que o diabo também tem poder para curar e, essa é uma arma usada por ele para enganar a muitos através de pessoas inescrupulosas.
3. Quem tem o dom de operações de maravilhas faz do impossível o possível
- I Coríntios 12.10a... E a outro a operação de maravilhas; - E disse Pedro: Não tenho prata nem ouro; mas o que tenho isso te dou. Em nome de Jesus Cristo, o Nazareno, levanta-te e anda. Atos dos Apóstolos 3:6
O dom de operações de maravilhas é um dom sobrenatural que é manifestado à vista de todos para a comparabilidade dos milagres realizados nos tempos de Jesus e mostrar que os seus feitos são reais e continuam sendo através dos seus seguidores. Não são manifestações constantes como divulgam e iludem o povo os falsos líderes com propagandas, como se o dom fosse deles. É lógico que o povo desesperado acaba se iludindo e corre atrás dessas propagandas enganosas, para ficarem numa situação ainda pior e com os seus bolsos vazios. O milagre realizado por Pedro na porta do templo mandando o paralítico se levantar foi uma operação de maravilhas, mas com o propósito de que o povo presente naquele momento pudesse testificar o milagre e darem crédito a pregação de Pedro e João. Esse milagre e outros tantos que envolvem operações de maravilhas têm sempre o propósito de revelar o poder de Deus em ação diante de incrédulos para que o evangelho possa ser mais acreditado. Isso tudo é para que o nome do Senhor seja glorificado e não o nome do homem.
4. Quem tem o dom de profecia é um mensageiro de Deus para o homem
- I Coríntios 12.10b...e a outro a profecia; - Porque a profecia nunca foi produzida por vontade de homem algum, mas os homens santos de Deus falaram inspirados pelo Espírito Santo. 2 Pedro 1:21
O dom de profecia tem a capacidade de exortar e transmitir mensagens de Deus pela pregação da palavra. Ela vem sempre com exortações, instruções e advertências. Ela expõe as misteriosas verdades, ou perscruta os segredos do coração e do caráter de cada um para que tenha uma conscientização da sua conduta diante de Deus. Tem muita gente usurpando e confundindo esse dom para ter um status de profeta e na sua ignorância e estupidez faz grandes estragos na vida das pessoas, isso, em todos os sentidos. O pior é que tem muita gente ignorante que corre e exalta esses tipos. Querem saber do futuro ou da sua situação através de muitos desses adivinhos. É bom lembra que o diabo não pode prever o futuro, mas ele procura agir para que as coisas aconteçam como foi profetizado e as pessoas venham acreditar que veio de Deus, e não veio.
5. Quem tem o dom de discernir os espíritos distingue o falso e o verdadeiro
- I Coríntios 12.10c...e a outro o dom de discernir os espíritos; - Amados, não creiais a todo o espírito, mas provai se os espíritos são de Deus, porque já muitos falsos profetas se têm levantado no mundo. 1 João 4:16.
O dom de discernir espíritos é de extrema importância no meio cristão por causa dos vários enganos e mentiras que se tentam introduzir nas Igrejas. Servem para desmascarar os falsos profetas, os falsos milagres, se a palavra é espiritual ou intencional, se uma pessoa está com demônio, espírito de engano dentro da Igreja, se uma pessoa está falando em línguas divinas ou do diabo e por ai adiante. Ananias e Safira foram desmascarados, A menina com espírito de adivinhação e, em outras passagens bíblicas podemos ver esse dom em ação. Diante dessas tantas situações observa-se a importância desse dom no meio da Igreja.
6. Quem tem o dom de variedade de línguas fala com a inspiração divina
- I Coríntios 12.10d...e a outro a variedade de línguas; - E todos foram cheios do Espírito Santo, e começaram a falar noutras línguas, conforme o Espírito Santo lhes concedia que falassem. Atos dos Apóstolos 2:4
A variedade de línguas envolve o dom de falar em línguas estrangeiras como foi o caso de Pedro após o evento do Pentecoste, fato este observado por muitos, como também falar em línguas do sobrenatural, que podem ser uma profecia vinda do Espírito Santo. Também pode ser uma intercessão por algo que esteja acontecendo, ou alguém em necessidade. Este é um dom o qual se manifestado num culto é importante que haja alguém com o dom de interpretar para as pessoas não ficarem sem saber do que se trata. Também pode conter uma profecia para a Igreja ou alguém dos presentes.
7. Quem tem o dom de interpretação pode traduzir línguas estranhas
- I Coríntios 12.10e...e a outro a interpretação das línguas. - Mas, se não houver intérprete, esteja calado na igreja, e fale consigo mesmo, e com Deus. 1 Coríntios 14:28
O dom de interpretação consiste em interpretar imediatamente o que esta sendo dito no meio da Igreja para todos entenderem o porquê e a língua falada. É um dom que vem do Espírito Santo e desempenham uma importante função na Igreja e na obra missionária. É um dom extremamente importante na Igreja, visto que o diabo também usa pessoas em línguas estranhas para trazer confusões ou até blasfemar no andamento do culto. Quem tem o dom, pode interpretar ou traduzir se for o caso, ou até mesmo repreender a manifestação maligna, para que o povo não seja enganado.
8. Quem tem o dom espiritual deve usar na Igreja e não em uso próprio
- I Coríntios 12.11 Mas um só e o mesmo Espírito opera todas estas coisas, repartindo particularmente a cada um como quer. - Mas a manifestação do Espírito é dada a cada um, para o que for útil. 1 Coríntios 12:7
Deus concede os dons em harmonia com o seu propósito. É Deus, e não o homem, que escolhe o dom a ser concedido. Portanto o homem não deve impor qual dom deveria ser escolhido. Nenhum dom pode ser considerado como prova de uma espiritualidade superior, e nenhum dom pode ser exclusivo de uma só pessoa. Alguém achar que só ele tem o dom desmerecendo a outros, é sinal de que não tem dom algum e o que apresenta é falso. Tem um determinado líder que se diz apóstolo e ao falar as suas multidões disse que se em todo o mundo tiver um pastor com mais poder do que ele, ele vai congregar na igreja desse pastor. Quantos desses enganadores fazem as suas propagandas dizendo ser só na sua Igreja que os milagres acontecem desmerecendo todas as outras igrejas. Essas aberrações continuam enganando multidões embora Deus já os tenha desmascarado mostrando o que eles fazem com o dinheiro dos incautos. A palavra diz: “quem usa de engano não ficará dentro da minha casa”. Vários desses enganadores já foram desmascarados e não fazem parte do reino de Deus, mas fazer o que; se o povo é ignorante e teimoso.
II. OS DONS EXIGEM O AMOR QUE É O PODER AUTENTICADOR DE TODAS AS AÇÕES
1. Nenhuma eloqüência divorciada do amor consegue obter o favor divino
- I Coríntios 13.1 AINDA que eu falasse as línguas dos homens e dos anjos, e não tivesse amor, seria como o metal que soa ou como o sino que tine. - Porque, se a trombeta der sonido incerto, quem se preparará para a batalha? 1 Coríntios 14:8
O maior dom é o amor, porque ele é essencial para dar credibilidade aos demais dons. Todos os dons têm um lugar especial na Igreja e são muito úteis. Mas o amor representa a essência da vida cristã, e é impreensindível na questão de todas as manifestações dos dons espirituais. Qualquer dom sem a presença do amor pode ser considerado falso e vazio. Sem esse dom os dons espirituais nada acrescentarão a vida das pessoas. Um orador sem amor, sugere Paulo, é simplesmente oco e vazio. Faz barulho, mas não tem melodia. Produz sons, mas não comunica nada real, porque não é possuído pelo amor. A linguagem sem amor é apenas conversa. E é meramente barulho, se não se preocupa com os outros. O amor é algo que, se ausente, faz com que tudo o mais seja nada. O amor é a boa vontade expontânea, altruísta e criativa, revelada por Deus, em Jesus Cristo.
2. Qualquer dom de profecia é reduzido a nada se não é sujeito ao amor
- I Coríntios 13.2 E ainda que tivesse o dom de profecia, e conhecesse todos os mistérios e toda a ciência, e ainda que tivesse toda a fé, de maneira tal que transportasse os montes, e não tivesse amor, nada seria. - Ora, o fim do mandamento é o amor de um coração puro, e de uma boa consciência, e de uma fé não fingida. 1 Timóteo 1:5
No entanto, sem amor, até uma pessoa que profetiza é nada. Mesmo que o profeta seja capaz de penetrar mistérios, ter a revelação dos conselhos ocultos em Deus e revelados aos seus profetas e possua toda a ciência referente ao significado da mensagem cristã na vida humana, se não possui amor, ele não é nada. A pessoa que exercita um dom sem amor é, “espiritualmente vazia”. A pessoa que tem fé para operar milagres e realize notáveis milagres e maravilhas, sem o motivo do amor, é nada.


 


Obs: Esboço é elaborado exclusivamente pelo texto da (Leitura Bíblica em Classe).

Elaborado pelo Pastor Adilson Guilhermel - Th.M.
 
 Ajude esta obra com uma oferta
 
Banco Itaú  Agência 9184 
 Conta corrente  05524-3
 
O PROPÓSITO DOS DONS ESPIRITUAIS
Lição 2 - 13 de Abril de 2014
Texto Áureo: I Coríntios 14.12 Assim também vós, como desejais dons espirituais, procurai abundar neles, para edificação da igreja.
Leitura Bíblica em Classe: I Coríntios 12.8-11; 13.1,2

O PROPÓSITO DOS DONS É FAVORECER A IGREJA E O EVANGELHO

1. OS DONS SAPIENCIAIS ENVOLVEM REVELAÇÕES E INSTRUÇÕES PARA A IGREJA

1. Quem tem dom da palavra da sabedoria é habilitado a revelar segredos da palavra - I Coríntios 12.8a Porque a um pelo Espírito é dada a palavra da sabedoria; - Em quem estão escondidos todos os tesouros da sabedoria e da ciência. Colossenses 2:3
2. Quem tem dom da palavra do conhecimento é habilitado em toda área da didática – I Coríntios 12.8b e a outro, pelo mesmo Espírito, a palavra da ciência; - E a minha palavra, e a minha pregação, não consistiram em palavras persuasivas de sabedoria humana, mas em demonstração de Espírito e de poder; 1 Coríntios 2:4
OS DONS DE CURAS E MILAGRES SÃO CANAIS DE BÊNÇÃOS DE DEUS PARA A IGREJA -
1. Quem tem o dom da fé sabe se valer dos recursos do poder de Deus - I Coríntios 12.9a E a outro, pelo mesmo Espírito, a fé; - E Jesus lhes disse: Por causa de vossa incredulidade; porque em verdade vos digo que, se tiverdes fé como um grão de mostarda, direis a este monte: Passa daqui para acolá, e há de passar; e nada vos será impossível. Mateus 17:20
2. Quem tem o dom de cura pode aliviar males que afligem o corpo e alma - I Coríntios 12.9b e a outro, pelo mesmo Espírito, os dons de curar; - ...e porão as mãos sobre os enfermos, e os curarão. Marcos 16:18b
3. Quem tem o dom de operações de maravilhas faz do impossível o possível - I Coríntios 12.10a... E a outro a operação de maravilhas; - E disse Pedro: Não tenho prata nem ouro; mas o que tenho isso te dou. Em nome de Jesus Cristo, o Nazareno, levanta-te e anda. Atos dos Apóstolos 3:6
4. Quem tem o dom de profecia é um mensageiro de Deus para o homem - I Coríntios 12.10b...e a outro a profecia; - Porque a profecia nunca foi produzida por vontade de homem algum, mas os homens santos de Deus falaram inspirados pelo Espírito Santo. 2 Pedro 1:21
5. Quem tem o dom de discernir os espíritos distingue o falso e o verdadeiro - I Coríntios 12.10c...e a outro o dom de discernir os espíritos; - Amados, não creiais a todo o espírito, mas provai se os espíritos são de Deus, porque já muitos falsos profetas se têm levantado no mundo. 1 João 4:16.
6. Quem tem o dom de variedade de línguas fala com a inspiração divina - I Coríntios 12.10d...e a outro a variedade de línguas; - E todos foram cheios do Espírito Santo, e começaram a falar noutras línguas, conforme o Espírito Santo lhes concedia que falassem. Atos dos Apóstolos 2:4
7. Quem tem o dom de interpretação pode traduzir línguas estranhas - I Coríntios 12.10e...e a outro a interpretação das línguas. - Mas, se não houver intérprete, esteja calado na igreja, e fale consigo mesmo, e com Deus. 1 Coríntios 14:28
8. Quem tem o dom espiritual deve usar na Igreja e não em uso próprio - I Coríntios 12.11 Mas um só e o mesmo Espírito opera todas estas coisas, repartindo particularmente a cada um como quer. - Mas a manifestação do Espírito é dada a cada um, para o que for útil. 1 Coríntios 12:7
II. OS DONS EXIGEM O AMOR QUE É O PODER AUTENTICADOR DE TODAS AS AÇÕES
1. Nenhuma eloqüência divorciada do amor consegue obter o favor divino - I Coríntios 13.1 AINDA que eu falasse as línguas dos homens e dos anjos, e não tivesse amor, seria como o metal que soa ou como o sino que tine. - Porque, se a trombeta der sonido incerto, quem se preparará para a batalha? 1 Coríntios 14:8
2. Qualquer dom de profecia é reduzido a nada se não é sujeito ao amor - I Coríntios 13.2 E ainda que tivesse o dom de profecia, e conhecesse todos os mistérios e toda a ciência, e ainda que tivesse toda a fé, de maneira tal que transportasse os montes, e não tivesse amor, nada seria. - Ora, o fim do mandamento é o amor de um coração puro, e de uma boa consciência, e de uma fé não fingida. 1 Timóteo 1:5
 
l