Escola Dominical - Esboços da EBD


Pastor Adilson Guilhermel

Página Inicial     Agenda     Escola Dominical     Estudos Bíblicos   Contato

 

Escola Dominical - Esboços da EBD
Lições do 3º trimestre de 2018
Adoração, Santidade e Serviço
Os princípios de Deus para a sua Igreja em Levítico

 

Os Pães da Proposição

Lição 12 - 16 de Setembro de 2018

Texto Áureo: João 6. 47,48 Na verdade, na verdade vos digo que aquele que crê em mim tem a vida eterna. 48 Eu sou o pão da vida.

Leitura Bíblica em Classe: Levítico 24.5-9

 

Introdução: Proposição significa "presença", ou seja, que Deus estava presente com seu povo, na mesa da proposição, isto porque os doze pães simbolizavam as doze tribos de Israel e Ele, o Senhor estava no meio delas. Os israelitas deveriam lembrar de que sua tribo estava representada sobre a mesa de ouro no Lugar Santo. Era dever dos israelitas o fornecimento dos ingredientes para a preparação dos pães da proposição, os quais eram a farinha de trigo e o azeite, ambos puríssimos. A cada sábado esses pães novos substituíam os que estavam sobre a mesa e esses eram comidos pelos sacerdotes. A mesa e os pães era somente vista pelos sacerdotes, e somente eles poderiam se alimentar desses pães, e somente os que estão em Cristo podem se alimentar dele, o pão da vida.

O RITUAL DOS PÃES DA PROPOSIÇÃO E AS LIÇÕES PARA A IGREJA.

1.  Pães da Proposição, dos sacerdotes da lei, para os sacerdotes da graça.

Levítico 24.5 Também tomarás da flor de farinha, e dela cozerás doze pães; cada pão será de duas dízimas de um efa. Levítico 24.6 E os porás em duas fileiras, seis em cada fileira, sobre a mesa pura, perante o Senhor.

Os pães da proposição eram doze, e não levavam fermento em sua preparação, somente trigo puro e azeite puro que também era usado no candelabro. Ficavam no lugar Santo sobre a mesa, um sobre o outro, formando duas pilhas de seis pães em cada pilha. Simbolizavam as doze tribos de Israel, com também a unidade que deveria haver entre elas. Era uma oferta a Deus de gratidão, por reconhecimento que Dele procede toda provisão. Tipificava Jesus Cristo, o Pão da Vida. Assim como os sacerdotes comiam desse pão no lugar santo, nós cristãos como sacerdotes reais também somos nutridos por Jesus Cristo, através da Sua Palavra, que é o nosso pão espiritual. (1 Pedro 2:9 Mas vós sois a geração eleita, o sacerdócio real, a nação santa, o povo adquirido, para que anuncieis as grandezas daquele que vos chamou das trevas para a sua maravilhosa luz;).   Esse pão comido pelos sacerdotes prenunciava a Ceia do Senhor pela igreja. Davi, quando fugia de Saul que o perseguia ferozmente foi até o tabernáculo com os seus homens famintos e o sacerdote Aimeleque deu a eles desse pão, atitude essa aprovada por Jesus, isso porque a lei permitia exceções para suprir necessidades humanas vitais. Essa atitude de Aimeleque, após Saul tomar conhecimento realizou uma grande matança de todos os sacerdotes e habitantes daquele lugar.

2. Devemos elevar ao Senhor nossas orações pelo Seu suprimento contínuo.

 Levítico 24.7 E sobre cada fileira porás incenso puro, para que seja, para o pão, por oferta memorial; oferta queimada é ao Senhor.

Nesse ritual, quanto aos pães da proposição, um punhado de incenso era colocado em um pires de ouro, ao lado de cada fileira dos pães e ao removerem o pão para ser entregue aos sacerdotes, o incenso era queimado no altar de ouro, por cima do incenso diário e isso seria um memorial em lugar do pão, sendo uma oferta queimada. Todo o Israel espiritual de Deus, representado pelos doze pães, onde o incenso misturado com farinha de trigo e azeite exalava um aroma agradável ao Senhor. Assim, as orações dos filhos de Israel eram apresentadas em agradecimento diante do Senhor.

3. A aliança de Israel com Deus era renovada, tal qual a aliança com Cristo.

Levítico 24.8 Em cada dia de sábado, isto se porá em ordem perante o Senhor continuamente, pelos filhos de Israel, por aliança perpétua.

O pacto de Deus com Israel era lembrado através desse ritual, daí, a necessidade de contínua renovação feita com a troca dos pães novos pelos antigos, os quais esses pães antigos eram uma provisão alimentar para os sacerdotes; sendo o incenso queimado diante do Senhor. Essa renovação contínua dos pães era obrigatória conforme as leis cerimoniais, para que a mesa nunca estivesse sem pães. As ofertas cobradas do povo serviam para manter os ofícios sacerdotais, e o povo por sua vez, recebia bênçãos espirituais. Tudo que é dado a Deus com liberalidade tem garantia de retribuição. Temos uma aliança de Sangue pactuada com Cristo que deve ser contínua, assim como faziam com os pães da proposição, que eram renovados semanalmente. (Da mesma forma, depois da ceia ele tomou o cálice e disse: “Este cálice é a nova aliança no meu sangue; façam isto, sempre que o beberem, em memória de mim”. 1 Coríntios 11:25).

4. O pão da proposição era um alimento físico e a palavra alimento espiritual.

Levítico 24.9 E será de Arão e de seus filhos, os quais o comerão no lugar santo, porque uma coisa santíssima é para eles, das ofertas queimadas ao Senhor, por estatuto perpétuo.

Os pães da proposição que eram trocados semanalmente e serviam de alimentos para os sacerdotes deveriam ser consumidos no lugar santo, e não fora dele, pois o pão era consagrado ao Senhor e sendo santo, não podia ser profanado com nenhum contato exterior. Assim enquanto os pães eram consumidos, o incenso era queimado como cheiro de aroma agradável ao Senhor. O maná que caia no deserto diariamente significava também alimento renovado a cada dia para alimentar o povo hebreu, assim também os ministros do evangelho tem a responsabilidade diante de Deus de preparar o pão novo para a igreja que pastoreia. Deus mostrou tanto pelo maná, como pelo pão da proposição que eram alimentos renovados, e que o seu povo precisa de alimento espiritual renovado a cada pregação, pois os seus não podem ser alimentados com qualquer coisa. (Eu sou o pão da vida. Quem vem a mim não terá mais fome, e quem crê em mim nunca mais terá sede. (Jo 6,35).


Comentarista: Pastor Adilson Guilhermel
QUER AJUDAR ESTA OBRA? Então use uma das contas abaixo e envie uma oferta
Caixa Econômica Federal - Agência 1613 - Conta Corrente 942-7 Banco Itaú - Agência 9184 - Conta corrente 05524-3

Fale com o pastor: [email protected]
l