Escola Dominical - Esboços da EBD  

Pastor Adilson Guilhermel


Home     Agenda     Lições    Sermões     Contato

Trimestre: 1º trimestre de 2017
Título: As Obras da Carne e o Fruto do Espírito
Subtítulo: Como o Crente Pode Vencer a Verdadeira Batalha Espiritual
Travada Diariamente.

Lição 3 - O PERIGO DAS OBRAS DA CARNE
15 de Janeiro de 2017

Texto Áureo
: "Vigiai e orai, para que não entreis em tentação; na verdade, o espírito está pronto, mas a carne é fraca." (Mt 26.41)
Verdade Prática
: Oremos e vigiemos para que não sejamos surpreendidos pelas obras da carne.
Leitura Bíblica em Classe
: Lucas 6.39-49

Introdução: Quando Jesus manda vigiar, Ele está se referindo a nós mesmos e não a vida dos outros. A palavra diz que é maldito o homem que confia no homem, e faz da carne o seu braço, e aparta o seu coração do Senhor! Jeremias 17:5. Essa palavra não está dizendo em confiar em outra pessoa e sim e nós mesmos, pensando que pelo fato de ser crente pode ir fazendo as coisas pelo seu próprio entendimento e assim ignoram que o Senhor deve estar sempre presente em nossa vida, pois todos que são filhos de Deus são guiados pelo Espírito Santo.  O coração do homem é enganoso e incurável. Podemos dizer que nos conhecemos bem, no entanto, não conhecemos de fato o nosso coração. Somente aquele que sonda o oculto e o profundo do nosso ser é que sabe realmente o que há dentro de nós. Os líderes judeus estavam longe do Senhor e ignoravam os seus preceitos, consequentemente tomavam decisões insensatas levando a nação a ruína. A palavra diz que aquele que está em pé cuide para que não caia. É preciso lembrar sempre que a partir do momento que nos convertemos a Cristo entramos numa batalha sem trégua, a qual é a carne guerreando contra o espírito e o espírito contra a carne. Aquele que não dá importância a isso, certamente estará sempre perdendo essa luta, pois a sua inclinação será voltada totalmente a parte carnal. Já o que vigia e ora, dificilmente se deixará cair em tentações da carne, pois o seu espírito sempre prevalecerá contra a carne tornando-se assim um crente espiritual. Agora somos novas criaturas em Cristo Jesus e tudo se fez novo, sendo que as coisas da velha criatura devem estar mortificadas, para não voltarmos a praticar os vícios da carne que praticávamos antes da nossa conversão.

QUEM SÃO OS QUE CORREM O PERIGO DAS OBRAS DA CARNE?

1 - São os que se deixam levar por falsos guias espirituais

Lucas 6.39 E dizia-lhes uma parábola: Pode porventura o cego guiar o cego? Não cairão ambos na cova?

A referência enfoca os falsos guias espirituais como os escribas e fariseus, como também aos falsos pastores apontando-os como cegos espirituais. (Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! pois que percorreis o mar e a terra para fazer um prosélito; e, depois de o terdes feito, o fazeis filho do inferno duas vezes mais do que vós. Mateus 23:15). Os fariseus saíam em busca de novos membros para serem adeptos do seu sistema legalista, mas quando esses prosélitos eram colocados sob jugo pesado das suas ordenanças acrescentadas acabavam desistindo e decididos a nunca mais se submeter a isso. Como quem diz se para servir a Deus é necessário todas essas exigências, não queremos mais conhecer esse Deus. Assim em vez de salvar as almas, esses guias espirituais as condenavam. Assim acontece em nossos dias, quando se ploriferam cada vez mais muitos pastores corruptos, falsos, mentirosos, mercenários, indoutos e muito mais, os quais são falsos guias espirituais que estão levando muitos que não conhecem a palavra para o abismo.  

2 - São os que recebem ensinos de homens com doutrina própria

Lucas 6.40 O discípulo não é superior a seu mestre, mas todo o que for perfeito será como o seu mestre.

São falsos pastores sem chamada ministerial, que se colocaram no ofício por si próprio sem preparo teológico e sem características morais apropriadas para tal posição. Como alguém pode levar o conhecimento da palavra, se ele não possui esse conhecimento. Um discípulo é um aprendiz e devemos procurar sempre estar aprendendo e nos aprofundando na palavra de Deus e quanto mais nos aprofundarmos veremos o quanto estamos distantes deste ideal. Isto porque o ideal que devemos buscar é sermos semelhantes a Cristo. (Tendo por certo isto mesmo, que aquele que em vós começou a boa obra a aperfeiçoará até ao dia de Jesus Cristo; Filipenses 1:6). A boa obra de Deus foi a nossa salvação através de Cristo e o nosso processo de aperfeiçoamento é realizado por meio do Espírito Santo. Esse aperfeiçoamento na vida do cristão é realizado por meio da sã doutrina. Agora como poderá haver esse aperfeiçoamento se o pastor não tem chamada, condição moral, conhecimento e muito mais, para ser um doutrinador.

3 - São os que aceitam ser doutrinados por líderes em pecado

Lucas 6.41 E por que atentas tu no argueiro que está no olho de teu irmão, e não reparas na trave que está no teu próprio olho? Lucas 6.42 Ou como podes dizer a teu irmão: Irmão, deixa-me tirar o argueiro que está no teu olho, não atentando tu mesmo na trave que está no teu olho? Hipócrita, tira primeiro a trave do teu olho, e então verás bem para tirar o argueiro que está no olho de teu irmão.

Se alguém que insiste em ensinar, mas tem uma trave no olho, isto é, está cego pelo pecado, como pode lidar com os pecados menores dos outros. Seria como um médico quase cego querendo operar alguém menos cego que ele. A avareza, o orgulho e a sede de poder infelizmente estão impregnados na vida de muitos que batem no peito dizendo que são homens de Deus. O problema de mais gravidade é para os que seguem esses homens, alguns por ingenuidade, ignorância, interesse e muito mais, isto porque, se o que se diz homem de Deus está em pecado, como pode este querer corrigir, exortar, doutrinar a igreja de Cristo. Assim os que estão seguindo esses falsos guias espirituais dificilmente serão conscientizados do perigo das obras da carne. Um líder íntegro é aquele que sabe a necessidade de ser honesto consigo mesmo, pois se assim não for, ele é um grande hipócrita. Não adianta insistir na tese que ajudando as pessoas em suas deficiências vai conseguir assim encobrir os seus próprios pecados. Deus diz que aquele que usa de engano não ficará dentro da sua casa. Significa, que o líder pode até continuar comandando a sua organização religiosa por força do seu estatuto, só que não faz parte da Igreja de Cristo enquanto insistir estar nessa condição.

4 - São os que ignoram que líderes corruptos são nocivos as almas

Lucas 6.43 Porque não há boa árvore que dê mau fruto, nem má árvore que dê bom fruto. Lucas 6.44 Porque cada árvore se conhece pelo seu próprio fruto; pois não se colhem figos dos espinheiros, nem se vindimam uvas dos abrolhos.

Um líder autêntico que demonstra isso pelo seu caráter e atitudes certamente produzirá boas obras, e um líder mau caráter de índole má, certamente trará o mal para os outros. A identificação de um bom líder é observada pelo seu trabalho. Isto porque todos estão expostos pelo que são; e um forte indicador do caráter de uma pessoa, também é notório pelo que essa pessoa fala. É preciso que examinemos se o fruto do Espírito foi realmente implantado naquele que nos lidera, para termos a certeza de que não estamos sendo levados por falsos ventos de doutrina.

5 - São os que não discernem que existem líderes de coração enganoso

Lucas 6.45 O homem bom, do bom tesouro do seu coração tira o bem, e o homem mau, do mau tesouro do seu coração tira o mal, porque da abundância do seu coração fala a boca.

Se um líder não sabe lidar com o pecado alojado em sua própria vida, como poderá ele estar em condições de cuidar de outras pessoas. Do nosso coração procede aquilo que está em nosso interior e se o nosso interior têm o fruto do Espírito implantado é evidente que boas coisas sairão em favor de alguém, porém havendo a ausência do fruto, esse alguém é carnal e somente trará ruínas para os que o seguem. Líderes que tem um mente cauterizada jamais admitirão que sejam carnais, pois não desenvolveram o fruto do Espírito em suas vidas e assim prosseguem em sua caminhada obsessiva pelos ganhos financeiros, pois buscam ostentação e alguns de serem até idolatrados pelos seus seguidores.

6 - São os que seguem doutrinas de homens que ignoram a voz do Senhor

Lucas 6.46 E por que me chamais, SENHOR, Senhor, e não fazeis o que eu digo?  Lucas 6.47 Qualquer que vem a mim e ouve as minhas palavras, e as observa, eu vos mostrarei a quem é semelhante:

Os homens que usam o nome do Senhor e o chamam assim, mas não há um comprometimento em segui-lo, como também obedecer aos ensinos da sua palavra; o que podemos dizer deles. Chamam Jesus de Senhor, mas se recusam em fazer o que Ele diz e ainda tem a ousadia em dizer que é homem de Deus? O verdadeiro seguidor de Jesus é aquele que obedece fielmente os seus preceitos e agem de acordo com eles, não acrescentando nem tirando nada do que a palavra ensina. Tudo o que ensinamos deve ser significativo tanto em nossas vidas, como também na vida daqueles que nos ouvem. É dessa maneira que os efeitos essenciais da palavra trarão os benefícios que são impreensindíveis para o nosso aperfeiçoamento e crescimento espiritual.

7 - São os que instruídos pela doutrina do homem não se firmam em Cristo

Lucas 6.48 É semelhante ao homem que edificou uma casa, e cavou, e abriu bem fundo, e pôs os alicerces sobre a rocha; e, vindo a enchente, bateu com ímpeto a corrente naquela casa, e não a pôde abalar, porque estava fundada sobre a rocha. Lucas 6.49 Mas o que ouve e não pratica é semelhante ao homem que edificou uma casa sobre terra, sem alicerces, na qual bateu com ímpeto a corrente, e logo caiu; e foi grande a ruína daquela casa.

Quem não está firmado em Cristo não tem estrutura espiritual para enfrentar as tempestades da vida. Somente aqueles que têm uma vida edificada pela palavra de Deus são capazes de ficarem firmes na sua caminhada suportando todas as adversidades que encontrarem pela frente. Quem não tem em vida edificada pela sã doutrina não tem estrutura espiritual suficiente para suportar as adversidades. O cristão só vai mostrar a sua estrutura espiritual quando passar pelas provações sem se deixar abalar em momento algum. É necessário que a nossa vida esteja apoiada na sólida fundação do conhecimento de Cristo. Precisamos entender que há diversas maneiras diferentes de aflições: são provas, tentações, perdas, morte, necessidades materiais, doenças e muito mais. Muitas crises acontecerão ao longo da nossa caminhada e outras podem vir como uma tempestade repentina. Se estivermos preparados doutrinariamente temos todas as condições de superar as crises, caso contrário ninguém alcançará forças para suportar essas crises e nesse caso a derrota é certa.


Elaborado pelo Pastor Adilson Guilhermel

Realizo essa obra com poucos recursos e preciso do seu apoio para mantê-la e expandi-la. Ajude-me a alcançar mais pessoas com a verdadeira sã doutrina!
 Gostaria de fazer uma doação? Clique no botão abaixo.

Contato com o Pastor Adilson